24/07/2024 02:41:58

Guerra
01/06/2024 02:00:00

Biden apresenta nova proposta israelita para cessar-fogo em Gaza: "É tempo desta guerra terminar"

Plano em três fases prevê fim do conflito, garantiu o Presidente norte-americano.


Biden apresenta nova proposta israelita para cessar-fogo em Gaza:

Euro News

O Presidente dos Estados Unidos apresentou esta sexta-feira os detalhes de uma proposta de acordo em três fases feita por Israel ao Hamas que, segundo Biden, permitirá a libertação de todos os reféns em Gaza e poderá significar o fim do conflito de quase oito meses, avança a AP.

De acordo com o presidente dos Estados Unidos, o Hamas "já não é capaz" de conduzir ataques em larga escala contra Israel. Falando na Casa Branca, Biden descreveu a proposta como "um mapa para um cessar-fogo duradouro e a libertação de todos os reféns".

A primeira fase deste acordo teria a duração de seis semanas e incluiria "um cessar-fogo completo e total", a retirada das forças israelitas de todas as áreas populadas em Gaza e a libertação de um determinado número de reféns, incluindo mulheres, idosos e feridos, em troca da libertação de centenas de prisioneiros palestinianos.

Os reféns americanos seriam libertados nesta fase e os restos mortais dos reféns assassinados seriam devolvidos às famílias. A assistência humanitária aumentaria durante a primeira fase, com 600 camiões a serem autorizados a entrar em Gaza todos os dias.

A segunda fase inclui a libertação dos restantes reféns vivos e também de soldados. As forças israelitas retirar-se-iam de Gaza.

"E, enquanto o Hamas cumprir os seus compromissos, o cessar-fogo temporário tornar-se-ia, nas palavras das propostas israelitas, a cessação permanente das hostilidades", garantiu Biden. "É tempo desta guerra terminar", defendeu.

A terceira fase inclui o início da reconstrução de Gaza, que deverá levar décadas, já que o território está quase totalmente devastado pelos combates.

Israel expande ofensiva em Rafah

O exército de Israel confirmou esta sexta-feira que as suas forças estão a expandir a ofensiva em Rafah.

Os militares israelitas informam que os seus comandos, apoiados por tanques e artilharia, avançaram para o centro da cidade, apesar da pressão dos aliados no sentido do fim da investida no sul do enclave palestiniano. Não são especificados os locais exatos dentro de Rafah.

As autoridades militares de Israel dizem ter descoberto túneis do Hamas, acrescentando que eliminaram "células terroristas" e desmantelaram lançadores de rockets e depósitos de armas.

Os palestinianos que se refugiaram em Rafah têm relatado pesados combates nos últimos dias, enquanto as forças israelitas afirmam ter tomado o controlo total da fronteira de Gaza com o Egito.

Mais de um milhão de palestinianos fugiram de Rafah desde o início da ofensiva israelita.

Pelos menos 12 mortos no centro de Gaza

Pelo menos 12 pessoas foram mortas em ataques aéreos em dois locais diferentes no centro de Gaza, na manhã desta sexta-feira.

Mais de 36.200 palestinianos já foram mortos e 82.000 ficaram feridos nos ataques israelitas a Gaza desde 7 de outubro, segundo o Ministério da Saúde do Hamas.

As autoridades de Gaza acrescentam que 60 pessoas foram mortas e 280 ficaram feridas nas últimas 24 horas.

As forças israelitas anunciaram entretanto ter concluído a sua missão de 20 dias em Jabalia, no norte da Faixa de Gaza, onde afirmam ter recuperado sete corpos de reféns israelitas.

Para trás ficam semanas de intensos combates que deixaram uma devastação generalizada na zona. Os militares israelitas invadiram Jabalia no final do ano passado e regressaram em força em maio para reprimir o reaparecimento de elementos do Hamas.

 
 


Enquete
De 0 a 05 classifique o que você acha da Verde a Concessionária de Água e Esgotos em União dos Palmares
Total de votos: 109
Notícias Agora
Google News