23/06/2024 14:24:05

Acidente
23/05/2024 17:00:00

Justiça decreta prisão de sargento da PM que matou agente socioeducativo


Justiça decreta prisão de sargento da PM que matou agente socioeducativo

7 Segundos

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) decretou, no último dia 15, a prisão preventiva do sargento da Polícia Militar de Alagoas, Alexander Rafael dos Santos, acusado de matar o agente socioeducativo Márcio Alves de Souza, no dia 13 de abril, no município de Marechal Deodoro. O processo tramita na 1ª Vara Cível e Criminal de Marechal Deodoro.

O agente socioeducativo, de 46 anos, teve a vida ceifada de forma violenta, segundo testemunhas, pelo sargento lotado no 4º Batalhão da Polícia Militar (4º BPM), Alexander Rafael, motivado pela aproximação da vítima diante da construção de um muro no terreno de sua sogra.

Márcio Alves levou cinco tiros e não resistiu aos ferimentos, morrendo no local. A vítima chegou a ser socorrida, porém, já estava sem vida quando deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Francês.

Ao 7Segundos, Analyne Aparecida, viúva da vítima, explicou como se deu toda a situação.

“A gente estava em casa, aí ele escutou um barulho. Quando chegou lá, estava os dois policiais falando com os pedreiros lá” diz.

Analyse relatou que ao se aproximar da confusão, Márcio comunicou aos policiais que eles deveriam solicitar autorização de todos para poder construir o muro, razão pela qual estaria havendo o debate entre os policiais e os pedreiros. Foi quando o sargento da PM reagiu de maneira agressiva, xingando a vítima e o agredindo. 

Segundo conta Analyse, ao cair no chão, após levar um tapa do PM, seu marido foi alvejado.

A viúva conta, ainda, que tentou informar ao sargento que seu marido também seria policial, mas não foi o bastante para conter a reação desproporcional do PM, que, segundo ela, ainda a ameaçou com a arma.

 



Enquete
Se a Eleição municipal fosse agora em quem você votaria para prefeito de União dos Palmares?
Total de votos: 386
Notícias Agora
Google News