23/06/2024 15:52:22

Geral
23/05/2024 15:00:00

Adolescente de 14 anos é a 5ª vítima da dengue em Alagoas

A família disse que a garota morreu antes de conseguir se vacinar contra a doença


Adolescente de 14 anos é a 5ª vítima da dengue em Alagoas

GazetyaWeb

A adolescente de 14 anos Eulália Vitória de Oliveira Dantas foi a 5ª pessoa a morrer em decorrência da dengue em Alagoas em 2024. Ela morava em Rio Largo, Região Metropolitana de Maceió. A morte foi registrada na quinta-feira (16) e confirmada pelo Ministério da Saúde.

Segundo a família, a adolescente estava com o caso mais grave da doença. A mãe Luciene Maria de Oliveira Dantas afirma que a garota morreu antes de conseguir se vacinar contra a dengue.

“Foi muito rápido. Muito triste porque ela não chegou a tomar [a vacina]. Agora que vieram falar que tinha essa vacina para tomar, depois que aconteceu isso com ela. Com certeza ela iria tomar [se tivesse a oportunidade], porque era uma coisa que ela gostava, de tomar, ela tomou até da gripe. Foi a primeira a tomar”, afirmou a mãe de Eulália à TV Gazeta.

Luciene Maria conta que a filha começou a sentir dor de barriga e passou a vomitar. Ela foi levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas voltou para casa.

"Quando foi na terça [14], ela voltou [para a UPA], e foi transferida para o hospital”, diz a mãe.

Eulália Vitória foi levada para o Hospital da Mulher, em Maceió. O irmão dela, Tony Oliveira Dantas, disse que a menina ficou intubada. Ele, os amigos e os parentes chegaram a divulgar pedidos de doações de sangue que a adolescente precisava para se recuperar.

“Em menos de uma hora que a gente postou, conseguiu 12 pessoas para doar sangue para ela. A gente ficou muito feliz, porque ela ia sair dessa. Mas quando foi umas duas da manhã ligaram dizendo que o estado dela era crítico, que a família fosse lá. Foi todo mundo e a gente recebeu a notícia de que ela não resistiu”, conta o irmão.

Em Alagoas, apenas 1,3% do público-alvo foi vacinado até agora, segundo informações divulgadas pela TV Gazeta.

Os imunizantes foram enviados para Alagoas pelo Ministério da Saúde, para atender, inicialmente, 12 municípios que fazem parte da I Região da Saúde

Até o dia 10 de maio, dos 12 municípios alagoanos que receberam as doses de vacinas contra a dengue, oito já tinham começado a aplicar em crianças e adolescentes de 10 a 14 anos de idade, que formam o público-alvo preconizado pelo Ministério da Saúde. Desses oito, Rio Largo ainda não tinha iniciado.

Os municípios contemplados com as primeiras doses enviadas pelo Ministério da Saúde são: Messias, Paripueira, Satuba, Santa Luzia do Norte, Coqueiro Seco, Marechal Deodoro, Barra de São Miguel, Barra de Santo Antônio, Maceió, Pilar, Flexeiras e Rio Largo.

As cinco mortes registradas em Alagoas em 2024 ocorreram em Maceió, Porto de Pedras, Viçosa, Atalaia e Rio Largo.

Segundo o Ministério da Saúde, quase 5.300 casos da doença foram confirmados em AL. Na capital, os bairros com maior incidência são Pontal da Barra, Pajuçara e Benedito Bentes.

A vacina contra a dengue está disponível para criança e adolescentes de 10 a 14 anos, mas segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), a procura ainda está baixa.

“População está muito insegura com a segurança da própria vacina. Precisamos esclarecer que já temos milhões de doses aplicadas e esse caminho para o agravamento, para uma sintomatologia mais pesada não foi confirmada. É uma vacina muito segura e essa morte recente vem demonstrar a preocupação que o Ministério da Saúde tem para a faixa de maior preocupação em relação à gravidade. Infelizmente essa adolescente veio a falecer, mas a vacina é uma forma de prevenção extremamente eficaz”, esclarece o infectologista e chefe do Gabinete de Combate às Doenças Infectocontagiosas da Sesau, Renee Oliveira.

 

 



Enquete
Se a Eleição municipal fosse agora em quem você votaria para prefeito de União dos Palmares?
Total de votos: 386
Notícias Agora
Google News