23/06/2024 15:36:01

Geral
22/05/2024 02:00:00

Brasil: foram chamados para salvar crianças, mas acabaram numa operação de "salvamento" de armas


Brasil: foram chamados para salvar crianças, mas acabaram numa operação de

Euro News

“Essas notícias são preocupantes, pois não refletem a realidade”, disse o comando em comunicado à AP. O governo brasileiro, impulsionado pelas queixas dos militares, está a apelar às redes sociais para que impeçam a disseminação de desinformação, disse o Procurador-Geral da República, Jorge Messias, numa entrevista.

Até ao final de terça-feira, todas tinham manifestado vontade em cooperar - exceto a rede social X, de Elon Musk, segundo o gabinete de Messias. O dono da plataforma, Elon Musk, protestou recentemente contra as decisões de um juiz do Supremo Tribunal de restringir as contas dos utilizadores, acusando-o de amordaçar a liberdade de expressão e teceu elogios a Bolsonaro e aos seus aliados. A AP tentou obter um comentário dessa rede social, mas não obteve resposta ao e-mail enviado.

O enxame de desinformação num momento de crise equivale a uma “tragédia dentro de uma tragédia”, disse Messias. “Quando paramos tudo para responder a notícias falsas, estamos a desviar recursos públicos e energia do que realmente importa, que é servir o público.”

As falsidades são “orquestradas, com o objetivo de fazer com que as pessoas deixem de acreditar nos agentes públicos”, disse o presidente da câmara de Canoas. “Sempre que acontece uma catástrofe natural, há uma onda de solidariedade. Mas desta vez não há também uma onda de raiva causada pela desinformação”.

Especialistas alertaram para a possibilidade de cheias

Os especialistas tinham alertado que o estado do Rio Grande do Sul, no sul do Brasil, poderia enfrentar graves inundações, colocando em perigo milhões de pessoas. Foi o que sucedeu. Na última semana, cerca de meio milhão de habitantes foram forçados a abandonar as suas casas devido às cheias devastadoras.

As estradas ficaram intransitáveis, os estádios inundados e o aeroporto internacional de Porto Alegre foi encerrado “indefinidamente”.

Beira Rio stadium is flooded after heavy rain in Porto Alegre, Rio Grande do Sul state, Brazil, Tuesday, May 7, 2024.
Beira Rio stadium is flooded after heavy rain in Porto Alegre, Rio Grande do Sul state, Brazil, Tuesday, May 7, 2024.AP Photo/Carlos Macedo

O governador de Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, disse que as estimativas iniciais dos danos indicam que a reconstrução custará pelo menos 19 mil milhões de reais (3,7 mil milhões de dólares), de acordo com os relatórios.

Os últimos dados divulgados, dão conta de mais de 150 pessoas confirmadas como mortas pelas inundações, outras 97 estão desaparecidas e mais de 600.000 foram forçadas a abandonar as suas casas.

 
 


Enquete
Se a Eleição municipal fosse agora em quem você votaria para prefeito de União dos Palmares?
Total de votos: 386
Notícias Agora
Google News