23/06/2024 16:09:00

Acidente
11/05/2024 11:00:00

Dor nos ossos: saiba as seis principais causas e o que fazer


Dor nos ossos: saiba as seis principais causas e o que fazer

Tnh1

A dor nos ossos é caracterizada por acontecer mesmo quando a pessoa está parada e, na maioria dos casos acontece como consequência de quedas ou acidentes devido a pequenas fraturas que podem cicatrizar sem necessitar de tratamento mais específico.

o entanto, quando a dor nos ossos dura mais de 3 dias ou piora ao longo do tempo, ou quando é acompanhada por outros sintomas como perda de peso, deformidades ou cansaço excessivo, por exemplo, é importante consultar o ortopedista para que seja feito o diagnóstico da dor no osso e possa ser iniciado o tratamento mais adequado.

As principais causas de dor nos ossos são:

1. Fraturas

A fratura é uma das principais causas de dor no osso e pode acontecer devido a acidentes de trânsito, quedas ou durante a prática de algum esporte, por exemplo. Além da dor no osso que foi fraturado, é comum também que surjam outros sintomas como inchaço no local, hematomas e dificuldade para mexer o membro afetado.

O que fazer: Caso haja suspeita de fratura, o mais recomendado é que a pessoa consulte o ortopedista, pois dessa forma é possível que seja feito um exame de imagem para confirmar a fratura e a gravidade. No caso de pequenas fraturas, pode ser recomendado apenas repouso do membro afetado, no entanto quando a fratura é mais grave, pode ser necessária a imobilização do membro para favorecer a sua cicatrização.

. Osteoporose

A osteoporose é também uma causa frequente de dor nos ossos e acontece principalmente devido à diminuição da quantidade de vitamina D e cálcio nos ossos, o que resulta na diminuição da massa óssea, deixando os ossos mais frágeis e aumentando também o risco de fraturas. 

A osteoporose é mais comum em mulheres que se encontram na fase da menopausa e em pessoas mais idosas, no entanto alguns hábitos e estilo de vida também podem favorecer o desenvolvimento da osteoporose, como sedentarismo, alimentação pouco saudável e consumo frequente e excessivo de bebidas alcoólicas.

O que fazer: Quando a dor nos ossos é causada pela osteoporose, o médico normalmente indica a realização de alguns exames, como a densitometria óssea para saber a densidade dos ossos e se está havendo perda de massa óssea, e a dosagem dos níveis de vitamina D e cálcio no sangue.

Assim, de acordo com os resultados dos exames, é possível saber a gravidade da osteoporose e iniciar o tratamento mais adequado, que pode ser feito por meio da mudança dos hábitos alimentares, prática de atividade física de forma regular ou suplementação de cálcio, por exemplo. 

3. Infecção dos ossos

A infecção nos ossos, também conhecida como osteomielite, também é uma situação que pode causar dor em qualquer osso do corpo, além de ser normalmente acompanhada por outros sintomas como febre acima de 38ºC, inchaço e vermelhidão no local afetado. 

O que fazer: Na presença de qualquer sinal ou sintoma indicativo de infecção no osso é importante que a pessoa vá ao hospital para que seja iniciado o tratamento imediatamente e possa ser evitada a progressão da doença e o desenvolvimento de complicações, como artrite séptica e, nos casos mais graves, amputação do membro afetado.

Na maioria dos casos, o tratamento para infecção no osso é feito com a pessoa em internamento para que receba antibióticos diretamente na veia e seja possível combater a infecção.

4. Câncer nos ossos

O câncer nos ossos, também conhecido como câncer ósseo, é um tipo de tumor que tem origem no tecido ósseo e que pode ter como sintoma a dor nos ossos, que pode ser mais intensa à noite ou quando se movimenta. Além disso, pode haver inchaço nas articulações e maior fragilidade dos ossos, havendo maior risco de fraturas.

O que fazer: É importante consultar o ortopedista ou clínico geral para que seja feito um exame de raio-X para observar os ossos e verificar a presença de tumor.

5. Metástases ósseas

Alguns tipos de câncer, como o de mama, pulmão, tireoide, rim ou próstata, podem espalhar-se pelo organismo, sendo esse processo conhecido por metástase, e atingir outros órgãos, incluindo os ossos, podendo causar dor. Além da dor nos ossos, no caso de metástase óssea, é comum o aparecimento de outros sintomas como emagrecimento rápido, cansaço excessivo, fraqueza e perda do apetite, por exemplo.

O que fazer: Caso surjam sintomas que sejam indicativos de metástase, é importante que a pessoa consulte o oncologista para que sejam feitos exames e possa ser verificada a gravidade da metástase, bem como iniciar o tratamento mais adequado para evitar que as células cancerígenas se espalhem ainda mais.

6. Doença de Paget

A doença de Paget, também conhecida como osteíte deformante, é uma doença rara que atinge principalmente da região pélvica, fêmur, tíbia e clavícula, e que é caracterizada pela destruição do tecido ósseo, quem em seguida volta a ser formado, porém com algumas deformidades.

Esse novo osso formado é mais frágil e pode estar associado a alguns sintomas que podem variar de acordo com o local afetado, como dor no osso, alteração da curvatura da coluna, dor nas articulações e maior risco de fraturas.

O que fazer: O tratamento para a doença de Paget pode variar de acordo com a gravidade dos sintomas e deve ser feito de acordo com a recomendação do ortopedista, que pode indicar o uso de remédios para aliviar os sintomas e sessões de fisioterapia. 

 



Enquete
Se a Eleição municipal fosse agora em quem você votaria para prefeito de União dos Palmares?
Total de votos: 386
Notícias Agora
Google News