14/04/2024 04:12:18

Governo
28/02/2024 13:00:00

Novo ciclo inclui migração da Rádio Difusora para FM e construção de cineteatro

Governador garantiu apoio aos novos projetos apresentados pelo presidente do IZP


Novo ciclo inclui migração da Rádio Difusora para FM e construção de cineteatro

Passados 38 anos de inauguração, a Rádio Educativa FM de Alagoas se prepara para ingressar em uma nova fase, ao lado da TV Educativa e Rádio Difusora. A atual gestão foi recebida no Palácio República dos Palmares pelo governador Paulo Dantas, que assegurou apoio nas mudanças. Segundo o presidente do IZP, Robson Calheiros, até o mês de abril deste ano, a Difusora deverá migrar para a frequência modulada, por força de um decreto assinado pela então presidente Dilma Rousseff, em 2013, determinando que a partir do primeiro dia do próximo ano a faixa de rádio AM de alcance local deixará de existir no Brasil.

Desde o decreto do governo federal, 1.167 estações em todo o país vêm migrando para as faixas FM ou AM de alcance regional ou nacional. De acordo com o decreto, as emissoras de AM locais que não migrarem serão extintas. Segundo o Ministério das Comunicações, o objetivo da migração é dar uma sobrevida às emissoras de AM que operam localmente e proporcionar mais diversidade aos ouvintes, uma vez que a expectativa é aumentar o número de emissoras FM prestando serviços locais ou de caráter regional.

Além da migração, os três veículos do instituto passarão por mudança na programação até o final de março deste ano, graças à participação das rádios MEC e Nacional, emissoras pertencentes à Empresa Brasil de Comunicação. “Vamos ter programas específicos, voltados para a música alagoana, com uma programação mais dinâmica”, anuncia Robson Calheiros. “A proposta da EBC é interiorizar a programação deles e trocar ideias com as produções locais, para inseri-las na grade nacional”, completa.

Há uma semana, o presidente do IZP se reuniu com o governador Paulo Dantas para discutir o processo licitatório referente à compra de equipamentos para as três emissoras. “Mas, para que tudo isso aconteça, a gente precisa reorganizar a casa. A pandemia de Covid-19 causou destroços no instituto, e a gente está tentando se reerguer”, diz Robson Calheiros.


Os primeiros passos para isso já foram dados, segundo o presidente do IZP. Ele revela que o Instituto conseguiu aprovar projeto na Lei Paulo Gustavo para transformar o espaço cultural Linda Mascarenhas, localizado no Cepa, em cineteatro, o que fará do lugar mais uma opção cultural em Alagoas. O governador Paulo Dantas aproveitou para parabenizar a Rádio Educativa FM pelos 38 anos de história. "Uma história que passa uma informação com transparência, com responsabilidade, com respeito ao consumidor. Então meus parabéns para todos vocês que fazem esta rádio de excelência no estado de Alagoas", disse.

RETORNO

No dia 22 deste fevereiro, o historiador Douglas Apratto Tenório voltou à Educativa depois de muito tempo, para conceder entrevista sobre o aniversário da emissora que ele ajudou a fundar. Ao final do bate-papo com a radialista Thati Campos, a diretora Ana Cristina Brito mostrou a placa de fundação da emissora – a mesma que o radialista Edécio Lopes havia achado no lixo, tempos atrás.


Apratto voltou a ler a frase que havia criado em 1986, posou para as lentes do repórter fotográfico Thiago Sampaio com o objeto e o devolveu para Cristina. Certamente, voltou a pensar no que havia dito a Edécio Lopes, quando o radialista foi lhe devolver a placa. Já tinha cumprido o meu papel, já estava em outros projetos e não se sentia dono dela. “É preciso estar em constante movimento. Água parada apodrece”, sentenciou, numa espécie de vaticínio sobre o caminho que a rádio deve seguir.

Agência Alagoas



Enquete
Na Eleição de outubro, você votaria nos candidatos da situação ou da oposição?
Total de votos: 19
Notícias Agora
Google News