05/03/2024 02:14:12

Acidente
10/02/2024 09:00:00

Casos de dengue em Alagoas diminuíram 90% entre 2022 e 2023


Casos de dengue em Alagoas diminuíram 90% entre 2022 e 2023

Durante reunião com o Ministério da Saúde (MS), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) apresentou os dados de Alagoas em relação à dengue. No comparativo, os casos da doença no estado diminuíram em quase 90% entre os anos de 2022 e 2023 .

Alagoas registrou 4.287 casos da doença e quatro óbitos em 2023, uma notável diminuição se comparado com os 33.609 casos e 21 mortes de 2022. Segundo o órgão, a redução foi alcançada por meio de ações como capacitação de profissionais de saúde e suporte técnico aos 102 municípios alagoanos.

Neste ano de 2024, no mês de janeiro, foram contabilizados 174 casos de dengue em Alagoas. No mesmo período de 2023 o número foi de 260. Em ambas as épocas não houve mortes pela doença no estado.

Características e sintomas

A dengue é um arbovírus transmitido pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti e possui quatro sorotipos diferentes (DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4). Entre os principais sintomas da doença estão febre alta igual ou superior a 38°C, dor no corpo, nas articulações e atrás dos olhos, além de mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo.

Também podem ocorrer erupções e coceiras na pele. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, náuseas, vômitos persistentes e sangramento de mucosas. Em casos suspeitos de dengue, o paciente deve procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), gerenciadas pelas Secretarias Municipais de Saúde (SMSs).

/Assessoria

Folha de Alagoas



Enquete
Se fosse fosse gestor, o que você faria em União dos Palmares: um campo de futebol ou a barragem do rio para que não falte agua na cidade?
Total de votos: 62
Notícias Agora
Google News