05/03/2024 00:28:40

Saúde
10/02/2024 08:00:00

Remédios de ressaca para carnaval realmente são benéficos?

Amanda de Oliveira, do curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera, explica riscos associados aos remédios de ressaca populares durante os períodos de folia


Remédios de ressaca para carnaval realmente são benéficos?

Carnaval, conhecido por sua animação e festividades, muitas vezes deixa os foliões enfrentando os efeitos colaterais da diversão, como a temida ressaca. Com a crescente disponibilidade de remédios específicos para combater esse mal-estar pós-festa, surge a dúvida: esses produtos são realmente benéficos ou apenas uma ilusão de alívio?

A Dra. Amanda de Oliveira, coordenadora do curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera, esclarece que os remédios de ressaca estão disponíveis em diversas formas, desde comprimidos efervescentes até bebidas isotônicas e suplementos vitamínicos. "Prometendo alívio rápido para os sintomas desconfortáveis da ressaca, esses produtos são muitas vezes a escolha inicial para aqueles que buscam recuperar-se rapidamente após uma noite intensa de festa."

Em períodos de ressaca é de extrema importância a hidratação com a reposição hídrica, e reposição de nutrientes. "Muitos remédios de ressaca enfatizam a reposição de eletrólitos e vitaminas, o que pode ser benéfico para combater a desidratação e os efeitos da perda de nutrientes durante a ingestão de álcool," orienta a professora.

Entretanto, Amanda adverte que alguns remédios de ressaca podem funcionar mais como efeitos placebo do que soluções reais. "Existem ainda possíveis mitos relacionados a certos ingredientes, como cafeína, que podem mascarar temporariamente os sintomas sem tratar efetivamente as causas da ressaca, por exemplo."

A Dra. Amanda enfatiza a importância da moderação no consumo de álcool como a melhor prevenção para a ressaca. “Os remédios de ressaca podem ocasionar efeitos colaterais e interações medicamentosas também, por isso, é relevante consultar profissionais de saúde antes de usar esses produtos para garantir a segurança, especialmente para aqueles que têm condições médicas pré-existentes ou estão em uso de outros medicamentos”.

Por fim, a professora aponta que alternativas naturais podem ser benéficas para combater a ressaca. “Ingestão de água, alimentos ricos em nutrientes e descanso adequado são ações básicas que podem auxiliar no alívio sem medicação”.

Notícas ao Minuto



Enquete
Se fosse fosse gestor, o que você faria em União dos Palmares: um campo de futebol ou a barragem do rio para que não falte agua na cidade?
Total de votos: 62
Notícias Agora
Google News