05/03/2024 02:07:59

Saúde
09/02/2024 08:00:00

3 tipos de câncer rastreáveis no check-up ginecológico

Exames de rotina da mulher podem identificar a doença na fase inicial e aumentar as chances de tratamento


3 tipos de câncer rastreáveis no check-up ginecológico

Com a finalidade de disseminar informações sobre os diversos tipos de câncer, promover estilos de vida saudáveis e apoiar aqueles que enfrentam a batalha contra a doença, a data tornou-se um catalisador para a promoção de políticas públicas, pesquisas e campanhas de conscientização.

Apesar de alguns tumores serem silenciosos e manifestarem sintomas apenas em estágios mais avançados, há muitos que podem ser identificados logo no início, aumentando as chances de cura. É o caso de alguns cânceres prevalentes em mulheres, como o de mama, colo do útero e endométrio.

Tipos de câncer identificados no check-up

Segundo Luiz Fernando Pina, ginecologista especialista em reprodução humana e endometriose, estes três tipos de câncer — de mama, colo do útero e endométrio — podem ser identificados no check-up ginecológico.

“Os exames de rotina da mulher, como papanicolau, ultrassom transvaginal, de mama e, dependendo da idade, a mamografia , podem rastrear esses cânceres logo no início”, explica. Ainda, ele reforça que a avaliação clínica em consultório também é muito importante para identificar sintomas associados.

Importância dos exames ginecológicos

Estima-se que mais de 40% das brasileiras não realizam exames ginecológicos de rotina, e isso representa um problema importante de saúde pública. “No entanto, podemos reverter esse quadro compartilhando a informação de que a visita regular ao ginecologista é inegociável e exames de rotina podem salvar vidas”, reforça o médico.

 

Cânceres mais raros

Os cânceres de vulva e vagina, mais raros e que acometem normalmente mulheres acima dos 60 anos, também podem ser identificados na rotina com o ginecologista. “Quase todos os tipos caracterizados como ginecológicos são rastreáveis no check-up, com exceção do câncer de ovário , que requer exames específicos quando há suspeita”, enfatiza Luiz Fernando Pina.

Prevenindo o câncer

Para ajudar a prevenir o câncer, é importante realizar anualmente os exames de rotina e manter uma vida saudável, com a prática de exercícios físicos e uma alimentação balanceada. “Além disso, no caso do colo do útero, é imprescindível a vacinação contra o HPV , vírus causador do câncer. A vacina deve ser aplicada em meninas de 9 a 14 anos e é oferecida gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS)”, finaliza o médico.

saude.ig.com.br



Enquete
Se fosse fosse gestor, o que você faria em União dos Palmares: um campo de futebol ou a barragem do rio para que não falte agua na cidade?
Total de votos: 62
Notícias Agora
Google News