05/03/2024 02:39:25

Geral
03/02/2024 21:00:00

Análise da água do mar de AL tenta identificar microalgas que provocaram 'maré vermelha'

Fenômeno raro provocou intoxicação em mais de 400 banhistas em praias de AL e de PE. Eles relataram sintomas como enjoo, tosse, febre, falta de ar e dor no corpo.


Análise da água do mar de AL tenta identificar microalgas que provocaram 'maré vermelha'

Análise da água da Praia do Carro Quebrado, no município da Barra de Santo Antônio, litoral norte de Alagoas, vai apontar o tipo de microalgas que causaram o fenômeno "maré vermelha", que provocou intoxicação em centenas de pessoas. Técnicos do Instituto do Meio Ambiente (IMA-AL) fizeram coletas de amostras na quinta-feira (1º) e na sexta (2).

Banhistas apresentaram sintomas como enjoo, falta de ar, febre e dores no corpo após contato com as toxinas liberadas pelas microalgas nas praias de Maracaípe e de Tamandaré, em Pernambuco, e na praia de Carro Quebrado, no litoral norte de Alagoas.

O pesquisador da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Manoel Costa, afirmou que o resultado da análise deve ficar pronto na próxima semana.

"Nós vamos identificar qual foi o possível grupo de organismos que estavam ocasionando a maré vermelha e depois quantificar, porque a gente precisa também ter um quantitativo para mostrar o que pode ter ocasionado essa grande quantidade de organismos naquele ambiente", afirmou o pesquisador.

Um trecho da Praia de Carro Quebrado chegou a ser interditado, mas foi liberado. Os banhistas devem ficar atentos para coloração e odor diferentes no mar.

O professor da Ufal , o oceanógrafo Gabriel Le Campion, explicou que o fenômeno é raro e pode surgir em qualquer ponto ao longo da costa

"São florações normais, que podem ser tóxicas ou não. É um fenômeno raro e que não é frequente, pode ocorrer em qualquer lugar do litoral, ao longo da costa. Eles se multiplicam muito rápido. Fatores como clima muito quente, estiagem, facilitam ainda a mais o surgimento desses micro-organismos", disse.

Segundo o professor, o desequilíbrio no meio ambiente pode causar o surgimento dessas algas.

"Elas precisam de nutrientes para se multiplicar e o homem pode interferir na formação dessas algas nocivas diante dos nutrientes que jogamos na água", afirmou.

Como a maré vermelha acaba?

Os micro-organismos se diluem na água e a concentração desses organismos diminui naturalmente. Depois de um tempo, eles continuam filtrando água até ficar livre da toxina.

G1-Al



Enquete
Se fosse fosse gestor, o que você faria em União dos Palmares: um campo de futebol ou a barragem do rio para que não falte agua na cidade?
Total de votos: 62
Notícias Agora
Google News