27/02/2024 10:43:15

Economia
07/12/2023 12:00:00

Banco Central: setor público tem superávit primário de mais de R$ 14,7 bi

Segundo os dados do BC, o resultado, que se refere a outubro, veio após um déficit de R$ 18 bilhões em setembro


Banco Central: setor público tem superávit primário de mais de R$ 14,7 bi

De acordo com o Banco Central, o setor público consolidado, que inclui o governo central, estados, municípios e estatais — exceto Petrobras e Eletrobras —, registrou um superávit primário de R$ 14.798 bilhões em outubro. Esse resultado veio após um déficit de R$ 18.071 bilhões em setembro.

Apesar de ser um número positivo, o resultado de outubro foi o pior desempenho das contas consolidadas do país para o mês desde 2020, quando foi registrado um superávit de R$ 2,952 bilhões. Em outubro de 2022, houve um superávit primário de R$ 27,094 bilhões. O resultado primário é calculado como a diferença entre as receitas e despesas do setor público, excluindo os pagamentos de juros da dívida pública.

O resultado consolidado de outubro ficou abaixo da mediana das projeções da pesquisa do Projeções Broadcast, que apontava um superávit de R$ 17,2 bilhões. As estimativas dos analistas do mercado financeiro variavam de um superávit de R$ 4,5 bilhões a um superávit de R$ 21,6 bilhões.

Composição

No mês em questão, o resultado fiscal foi composto por um superávit de R$ 19,456 bilhões por parte do governo central, que inclui o Tesouro Nacional, Banco Central e INSS. Por outro lado, os governos regionais, ou seja, estados e municípios, tiveram um impacto negativo no resultado, totalizando um déficit de R$ 3,852 bilhões em outubro.

Enquanto os estados apresentaram um déficit de R$ 2,409 bilhões, os municípios registraram um resultado negativo de R$ 1,443 bilhão. As empresas estatais também contribuíram para o resultado deficitário, com um déficit de R$ 805 milhões.

Acumulado do ano

As contas do setor público acumularam um déficit primário de R$ 82,281 bilhões no ano até outubro, o equivalente a 0,93% do Produto Interno Bruto (PIB), informou o Banco Central. Até setembro, o déficit acumulado era de R$ 97,080 bilhões. O déficit fiscal no ano até outubro ocorreu na esteira do saldo negativo de R$ 98,036 bilhões do Governo Central (1,11% do PIB).

Os governos regionais apresentaram um superávit de R$ 18,623 bilhões (0,21% do PIB) no período. Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 21,225 bilhões, os municípios tiveram um saldo negativo de R$ 2,602 bilhões. As empresas estatais registraram um resultado negativo de R$ 2,868 bilhões no ano até outubro.

Correio Braziliense



Enquete
Se fosse fosse gestor, o que você faria em União dos Palmares: um campo de futebol ou a barragem do rio para que não falte agua na cidade?
Total de votos: 56
Notícias Agora
Google News