27/02/2024 10:22:50

Polícia
26/11/2023 05:00:00

Pai é preso em Maceió suspeito de estuprar filha de 13 anos após descobrir que ela não era virgem


Pai é preso em Maceió suspeito de estuprar filha de 13 anos após descobrir que ela não era virgem

Um comerciante foi preso após a ex-esposa denunciar às autoridades que ele estuprou a filha, uma menor de 13 anos, no bairro Cidade Universitária, na parte alta de Maceió. A adolescente foi estuprada, segundo contou a mãe dela ao registrar o Boletim de Ocorrência (B.O.), após o pai descobrir que a menina não era mais virgem e se dispor a conversar com ela para que "não se perdesse na vida".

"Eu tenho a guarda compartilhada [ da filha ] com ele e a cada 15 dias ela vai passar o final de semana na casa do pai. Nos últimos dias ela tem andado estranha, foi quando a chamei para conversar e perguntei se ainda era mocinha. Ela me confidenciou que não e contei para o pai também, contava com o apoio dele como pai para me ajudar a conduzi-la e ele me disse que conversaria com ela também para orientá-la, mas não foi isso que aconteceu", disse a mãe em entrevista ao TNH1.

O suposto abuso aconteceu no último final de semana, entre os dias 18 e 19 de novembro, quando a adolescente foi passar mais um final de semana na casa do pai. "Soube que você não é mais virgem, quero saber se é verdade", teria dito o pai da menina que em seguida teria introduzido os dedos e colocado a boca na genitália da menor. O relato consta no B.O. registrado pela mãe da vítima, cujo a reportagem do TNH1 teve acesso.

A história veio à tona ainda no domingo (19) após a atual companheira do suspeito estranhar o comportamento da menina e chamá-la para conversar - quando ela confidencia ter sido abusada pelo pai no dia anterior - , e depois procurar a mãe da vítima para falar do ocorrido. 

 "Ela [a madrasta da vítima ]  me ligou muito nervosa dizendo que tinha algo urgente para contar, eu fui às pressas na casa deles e quando cheguei lá ele [ o pai da menina ] já me recebeu caindo de joelhos, pedindo perdão pelo que fez e implorando para que eu não chamasse a polícia", relatou a mãe da menina.

O apelo do suposto estuprador, no entanto, foi ignorado e a mulher acionou a polícia. Todos foram à Central de Flagrantes, no bairro Pinheiro, onde o caso foi registrado, por volta das 7h do domingo (19). Sem caracterização de flagrante, o suspeito foi solto no mesmo dia e chegou a deixar pertences da filha na portaria do residencial onde ela mora com a mãe, em Satuba, na segunda-feira (20).

"Estávamos a caminho do hospital e ela [ a adolescente ] o viu e ficou muito ansiosa. Ele continua solto como se nada tivesse acontecido e nós estamos vivendo os piores dias de nossas vidas. Ao invés de me ajudar a educar nossa filha, ele fez isso com ela nos causando esse tormento", desabafou a mulher emocionada, acrescentando que vai lutar por justiça. "Ele destruiu meu lar, minha filha está ansiosa, nossa rotina tem sido viver em consultas com psicólogos e exames. Ele precisa pagar por isso", apela.

O TNH1 não conseguiu contato com o homem denunciado, e deixa o espaço aberto para manifestação da defesa dele.

TNH1



Enquete
Se fosse fosse gestor, o que você faria em União dos Palmares: um campo de futebol ou a barragem do rio para que não falte agua na cidade?
Total de votos: 56
Notícias Agora
Google News