23/05/2024 18:20:57

Acidente
20/11/2023 17:00:00

Em nota, noiva de Dr. JHC nega ter sido vítima de agressão: “houve um mal entendido”


Em nota, noiva de Dr. JHC nega ter sido vítima de agressão: “houve um mal entendido”

Após o médico João Antônio Caldas, conhecido como Dr. JHC, ter sido suspeito de violência doméstica, a suposta vítima Isadora Martins, usou as redes sociais na tarde deste domingo (19), para explicar que não sofreu agressão ou violência.  

Leia mais: Dr. JHC é conduzido à delegacia por suspeita de agressão contra noiva na Jatiúca, em Maceió

“Surgiu uma fake news envolvendo meu nome e do meu noivo. Recentemente, houve um mal entendido entre mim e ele. Quero ressaltar que não sofri qualquer tipo de agressão ou violência por parte dele”, escreveu a noiva de Dr. JHC.  

Ainda através de postagem nas redes sociais, ela afirma que é mentira a alegação de prisão ou detenção. “Lamento que pessoas maldosas, de má fé, estejam explorando midiaticamente nossa intimidade com fofocas e mentiras. Estamos bem, agradeço a preocupação e peço respeito a todos”, concluiu.  

O caso

O médico João Antônio Caldas, conhecido como Dr. JHC, irmão do prefeito de Maceió, foi conduzido à delegacia na noite deste sábado (18), por suspeita de violência doméstica. O caso foi registrado no bairro da Jatiúca, em Maceió, em frente à BG Fitness Academia.

De acordo com as informações do Boletim de Ocorrência (BO), as autoridades foram acionadas pelo Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM) para atender a uma ocorrência de violência doméstica. Ao chegarem ao local, a guarnição encontrou a vítima Isadora Martins, solicitante da ocorrência, que informou ter tido uma discussão com seu noivo, João Antônio Holanda Caldas.  

Ainda de acordo com as informações, a solicitante, visivelmente nervosa, relatou que a porta do quarto estava quebrada, e o noivo estava trancado dentro, impedindo-a de entrar. Isadora desejava pegar seus pertences para deixar o local.

Seguindo o protocolo de atendimento a vítimas de violência doméstica, a guarnição conduziu ambos, Isadora Martins e Dr. JHC, para a Central de Flagrantes para os procedimentos legais. No entanto, ao chegar à delegacia, Isadora afirmou, em conversa com a autoridade policial e uma policial feminina, que não havia sido ameaçada nem agredida fisicamente pelo noivo.

Fonte Notícias ao Minuto



Enquete
Se a Eleição municipal fosse agora em quem você votaria para prefeito de União dos Palmares?
Total de votos: 65
Notícias Agora
Google News