23/06/2024 16:02:50

Acidente
16/11/2023 11:00:00

Equatorial e Ufal inauguram usina solar que vai proporcionar desenvolvimento de pesquisas acadêmicas


Equatorial e Ufal inauguram usina solar que vai proporcionar desenvolvimento de pesquisas acadêmicas

A Equatorial Alagoas inaugurou, junto a Universidade Federal de Alagoas (Ufal), nesta segunda-feira (13), a primeira miniusina fotovoltaica construída dentro da Universidade. O projeto, intitulado “Eficiência Energética e Minigeração na Universidade Federal de Alagoas”, faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) e do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Equatorial, chancelado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e tem como objetivo ofertar mais sustentabilidade e contribuir para o desenvolvimento das práticas de ensino sobre o uso consciente da energia solar.

Para a construção da miniusina, foi investido mais de R$ 1,7 milhão. O equipamento atenderá parte da demanda energética da Universidade e também será utilizada pelos alunos dos cursos de graduação e pós-graduação para a realização de pesquisas voltadas à energia solar.

De acordo com o presidente da Equatorial Alagoas, Humberto Soares, a parceria é fundamental para o desenvolvimento do estado.

“Além de eficientizar o consumo da Universidade, vai servir também como base de pesquisa e desenvolvimento de estudos para alunos da Ufal. A Equatorial também realizou a eficientização de prédios públicos da universidade, onde substituímos mais de 1.500 lâmpadas obsoletas por modelos mais eficientes. É um projeto importantíssimo que, através dessa parceria, traz benefícios importantíssimos para sociedade. A Equatorial Alagoas tem um papel importante. Vamos seguir juntos trazendo mais investimentos para melhorar a qualidade de vida do alagoano e para proporcionar ainda mais desenvolvimento para o estado”, ressaltou.

Segundo o reitor da UFAL, professor Josealdo Tonholo, a sociedade alagoana é a principal beneficiada. “Gostaria de agradecer a Equatorial por essa parceria porque hoje a gente tem a oportunidade de fazer essa entrega não apenas para a Universidade Federal de Alagoas, mas para a sociedade alagoana. Essa usina, apesar de ser um elemento de geração de energia alternativa para a Ufal, é mais do que tudo uma escola que a gente foi poder formar os estudantes do ensino médio, do ensino fundamental, mas também desenvolver pesquisas aqui de alta relevância para os nossos estudantes de engenharia elétrica, das renováveis, da civil, da computação. É todo o elenco de formações que a gente faz aqui na Universidade Federal de Alagoas. Quem ganha é o povo alagoano com energia mais sustentável e com educação de melhor qualidade”, destacou.

 

Márcio Cavalcante, coordenador do Projeto de Pesquisa In Desenvolvimento (PID) afirmou que a maior expectativa é que o equipamento seja a principal infraestrutura do programa de pós-graduação em Energias Renováveis. “Contamos com uma sala de aula, sala de reuniões, uma secretária, um eletrocentro. Então estamos totalmente equipados para que nossos alunos possam usufruir desse espaço da melhor forma possível”.

Também estiveram presentes no evento a secretária da Secretaria de Educação Superior (Sesu) do Ministério da Educação, Denise Pires, o diretor de Incentivos às Tecnologias Digitais do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Amilton Mendes, e o executivo do Programa de Eficiência Energética (PEE) e do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Equatorial Energia, Júlio Cesar Mendes.

Fonte Correio dos Municipios



Enquete
Se a Eleição municipal fosse agora em quem você votaria para prefeito de União dos Palmares?
Total de votos: 386
Notícias Agora
Google News