21/06/2024 02:02:26

Acidente
10/11/2023 21:00:00

Imprensa Oficial Dandara dos Palmares doa 2 mil livros para o sistema prisional alagoano


Imprensa Oficial Dandara dos Palmares doa 2 mil livros para o sistema prisional alagoano

A Imprensa Oficial Dandara dos Palmares doou 2 mil livros para a Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), na manhã desta quinta-feira (9). Os exemplares serão destinados aos apenados do sistema prisional atendidos pelo projeto Livros que Libertam, que promove a remição da pena pela leitura. A solenidade contou com a presença de representantes da 16ª Vara Criminal da Capital de Execuções Penais.

Segundo o diretor-presidente da Imprensa Oficial, Maurício Bugarim, a doação cumpre dois papéis fundamentais: o de colaborar com ações e alternativas de recuperação para pessoas que em algum momento tiveram algum tipo de conflito com a lei e fomentar a democratização do acesso à leitura para diferentes públicos.

“Fico muito feliz em poder contribuir com o projeto Livros que Libertam. Essa doação vai ajudar na ressocialização dos detentos, que vão usufruir da cultura literária alagoana. Esperamos contribuir para a evolução intelectual e aprimoramento do acesso à leitura dos reeducandos. Hoje fizemos uma doação de 2 mil livros, mas o governador Paulo Dantas já determinou à Imprensa Oficial fazer uma avaliação no estoque para possibilitar doações anualmente”, afirmou o diretor-presidente.

Entre as obras literárias doadas estão vários títulos de poesia, contos e romances, como Educação e Trabalho, de Mário César Jucá; Passeando pelo pretérito, de Jandira Torreiro de Carvalho; e Poesia e Prosa de Paraty, de Maria de Lourdes do Nascimento, entre outros.

Para o secretário de Ressocialização e Inclusão Social, Diogo Teixeira, os exemplares doados vêm para ampliar a opção de leitura dentro do sistema prisional, principalmente para o projeto Livros que Libertam. “A leitura transforma tanto o reeducando, que começa a enxergar um novo mundo, como a sociedade com um todo, que recebe cidadãos melhores”.

A secretária executiva de Políticas e Ressocialização, Cláudia Simões, reforçou que a doação ocorre num momento importante, pois o ato de ler contribui com a transformação da vida dos reeducandos. “Essa parceria nos faz alcançar os números que almejamos. Há pouco tempo fizemos uma campanha de doação e tínhamos arrecadado 23 mil exemplares. Com esses 2 mil, aumentamos o acervo para 25 mil livros. Isso é um passo adiante, para que haja ainda mais transformação. E a gente só conhece transformação com ressocialização”, destacou.

Sobre o projeto

O projeto Livros que Libertam é uma iniciativa da Seris, em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas (TJ-AL) e apoio da Academia Alagoana de Letras (A.A.L). Nele, os presos podem ler até um livro por mês e reduzir a pena em quatro dias. A comprovação da leitura é feita a partir da apresentação de uma resenha. A ação foi iniciada em 2022 e, hoje, conta com a adesão de 3.200 reeducandos, número que equivale a mais ou menos 80% da população carcerária.

A iniciativa, inclusive, segue o que preconiza a Resolução nº 391 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que garante a remição de pena por meio de práticas sociais e educativas em unidades de privação de liberdade. A meta é que até o ano que vem todas as unidades prisionais de Alagoas estejam incluídas no projeto.

Acervo de obras literárias

Os livros doados faziam parte de uma antiga biblioteca, que contava com trabalhos produzidos pela Imprensa Oficial, assim como outros recebidos como doação por editoras do país.

A Imprensa Oficial possui mais de 350 títulos em sua lista de publicações com selo próprio e tem como principal objetivo revelar novos talentos da literatura alagoana, além de manter viva a memória dos grandes escritores do passado, com obras de ficção e não ficção em importantes coleções, que convidam crianças e adultos ao universo da leitura.

Para esta doação foram reunidos 1,6 mil títulos organizados e impressos pela Imprensa Oficial, inclusive sob os nomes de Companhia de Edição, Impressão e Publicação de Alagoas (Cepal) e Serviços Gráficos de Alagoas (Sergasa). Além desses, foram doados 400 títulos que carregam selos de outras editoras, totalizando 2 mil obras.

*Agência Alagoas

Fonte Alagoas Agora



Enquete
Se a Eleição municipal fosse agora em quem você votaria para prefeito de União dos Palmares?
Total de votos: 383
Notícias Agora
Google News