20/07/2024 14:58:52

Comportamento
02/11/2023 16:00:00

Influencer afirmou que 90% das esposas criam perfis fakes

Carol Lekker diz que mulheres costumam criar perfis falsos para descobrir traições


Influencer afirmou que 90% das esposas criam perfis fakes

Carol Lekker, que ficou conhecida por testar homens infiéis e ganhar por isso, afirmou que 90% das esposas que descobriram traições dos seus maridos usaram perfis fakes antes de contratar o seu trabalho.

“Eu sempre converso com as minhas clientes antes e peço para que elas detalhem o que já fizeram em busca da certeza sobre a fidelidade dos seus parceiros. A cada dez mulheres, nove relatam que criam perfis falsos nas redes sociais”, conta. A influencer diz que essa é uma boa estratégia de investigação e relata que também usa esse artifício.

“São vários os métodos que utilizo para perceber um deslize ou entender os motivos pelos quais os homens dão sinais de traição, e usar as redes sociais é uma delas. Claro que não são em todos os casos que essa técnica está presente no meu trabalho, mas nunca o descarto”, declarou Lekker.

Ela conta que a sociedade atual está imersa no mundo tecnológico e não há como se desvencilhar disso. Se antes um restaurante ou a entrada de um motel era a certeza da infidelidade, hoje ela começa a se apresentar em mensagens diretas nas redes.

Para a influencer, tudo é suspeito até que se prove o contrário.

“Entender as atividades online dos parceiros é um caminho para descobrir a traição, assim é possível começar a coletar evidências”, explica. A questão é que, assim como as clientes de Lekker, muitas mulheres deixam as emoções falarem mais alto e isso pode prejudicar as investigações.

“Ter um direcionamento profissional faz muita diferença, quem trabalha com isso tem ferramentas importantes que não se restringem a um disfarce eletrônico como os perfis falsos”, concluiu.

Fonte GazetaWeb



Enquete
De 0 a 05 classifique o que você acha da Verde a Concessionária de Água e Esgotos em União dos Palmares
Total de votos: 23
Notícias Agora
Google News