25/02/2024 05:04:50

Especial
25/10/2023 09:00:00

Contra-ataque: site da prefeitura compara custos do Hospital da Cidade com hospital de Renan Filho


Contra-ataque: site da prefeitura compara custos do Hospital da Cidade com hospital de Renan Filho

Finalmente a prefeitura de Maceió lançou um site explicando detalhes do negócio de maior impacto na gestão pública da capital – desde sempre.

A iniciativa – de hoje - chega com quase um mês de atraso, desde o anúncio da compra do Hospital do Coração, mas é importante que, finalmente, a prefeitura de Maceió preste contas do negócio milionário feito com recursos do acordo com a Braskem.

Por esse link https://hc.maceio.al.gov.br/ qualquer pessoa pode acessar o site.

blog destaca, por oportuno, o comparativo feito pelo laudo técnico da prefeitura de Maceió (resta dizer quem assina o laudo) entre o valor pago pelo metro quadrado do Hospital do Coração e outras unidades – privada e pública.

A informação é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Ações Estratégicas e Integração Metropolitana.

O blog publica trechos que estão no site da prefeitura (lembrando que o Hospital do Coração tem duas unidades):

“Somadas as duas unidades, o metro quadrado do Hospital da Cidade saiu ao valor R$8.910,38. Vale lembrar que um prédio é totalmente equipado com excelente acabamento e outro não possui equipamentos médicos hospitalares, mas já contempla estruturas de unidade de saúde, a exemplo do elevador leito, no qual o paciente sai direto da ambulância para o elevador, diminuindo os riscos na transferência”.

E segue: 

Em 2021, o Hospital Arthur Ramos, com uma área construída de 13.110 metros quadrados, foi adquirido pela rede D’Or por R$371.800.000,00, com o metro quadrado ao valor de R$28.360,03. Mostrando assim, uma diferença de R$ 12.118,67 por metro quadrado em relação à aquisição feita pela Prefeitura de Maceió.

E chega ao Hospital Metropolitano, que o governo de Renan Filho inaugurou em maio de 2020:

“Ainda com efeito comparativo, desta vez a uma unidade de saúde pública, o parecer traz dados da construção do Hospital Metropolitano de Maceió, gerenciado pelo Governo do Estado, e entregue em 2020. A unidade de saúde possuí 13.904,19 metros quadrados de área construída que custou, na época, R$81.600.000,00, sem equipamento nenhum. Atualizando os índices de construção, valor do terreno para o ano de 2023, o estudo apontou que a unidade está avaliada em R$112.100.00,00, com custo de metro quadrado de R$ 8.062,32, ainda sem equipamentos.”

Resumo 

As explicações ainda não fecham o tema, mas abrem um questionamento sério sobre as obras realizadas no governo de Renan Filho. 

Fonte Cada Minuto



Enquete
Se fosse fosse gestor, o que você faria em União dos Palmares: um campo de futebol ou a barragem do rio para que não falte agua na cidade?
Total de votos: 55
Notícias Agora
Google News