25/02/2024 05:54:43

Geral
21/10/2023 18:00:00

Nove metralhadoras furtadas de arsenal do Exército são encontradas em São Roque

Cinco delas são de calibre .50, e as outras quatro, 7.62


Nove metralhadoras furtadas de arsenal do Exército são encontradas em São Roque

A Polícia Civil recuperou no final da noite de sexta-feira (20/10) nove metralhadoras que foram furtadas do arsenal do quartel do Exército, em Barueri. As apreensões aconteceram em São Roque, no interior de São Paulo

Depois do furto, os policiais do estado de São Paulo começaram diversas operações para localizar as armas, em especial nas seccionais próximas ao quartel. “Nós prestamos apoio ao Exército para localizar esse armamento para impedir que ele caia na mão de criminosos”, destacou o secretário da Segurança Pública, Guilherme Derrite.

Os policiais mapearam as atividades de suspeitos de integrar organizações criminosas e identificaram o local onde estava sendo feito o transporte de armamentos de fogo de grosso calibre. As investigações apontaram que as armas seriam repassadas a outros criminosos. 

Quando chegaram até o endereço, na Estrada Municipal Emil Scaff, os agentes foram recebidos a tiros por dois homens, mas os disparos atingiram apenas a viatura. A dupla conseguiu fugir por uma região de mata próxima. 

Após as buscas, os polícias conseguiram localizar nove das 21 metralhadoras furtadas do Exército. Cinco delas são de calibre .50, e as outras quatro, 7.62. “O calibre 7.62 tem o poder, por exemplo, de perfurar um carro blindado, já o .50, de uso exclusivo das foças armadas, é antiaéreo, por isso, foi extremamente positiva a ação da polícia para recuperar as metralhadoras porque o prejuízo poderia ser catastrófico não só para os policiais, mas para a própria sociedade”, explicou ainda o secretário. O armamento de guerra do Exército estava escondido dentro de um lago que se formou no local.

Com a localização do armamento no interior do estado, o 1º Distrito Policial de Carapicuíba registrou a ocorrência e, a partir de agora, dará sequência nas investigações para identificar e prender os criminosos envolvidos na troca de tiros com os policiais e os supostos negociadores do armamento.

A ação também contou com o apoio do 5º Batalhão de Ações Especiais (Bep), da Polícia Militar, e do Centro de Operações Especiais (COE), da Polícia Civil. Uma equipe do exército foi até a delegacia e identificou o arsenal. 

Ao todo, 21 metralhadoras foram furtadas do quartel de Arsenal de Guerra de São Paulo. O crime foi descoberto em 10 de outubro, porém, as armas teriam sido desviadas um mês antes, durante o feriado de Independência. Até agora, 17 armas foram recuperadas, oito delas no Rio de Janeiro.

Fonte band.uol.com.br



Enquete
Se fosse fosse gestor, o que você faria em União dos Palmares: um campo de futebol ou a barragem do rio para que não falte agua na cidade?
Total de votos: 55
Notícias Agora
Google News