Alagoas
03/01/2018 08:18:27

PRF registrou três mortes em rodovias de Alagoas durante o feriadão de Réveillon


PRF registrou três mortes em rodovias de Alagoas durante o feriadão de Réveillon
Ilustração

Já é Notícia - A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou, nesta terça-feira (2), o balanço do número de acidentes registrados em rodovias federais durante o feriadão de Ano Novo em Alagoas. A ação começou no dia 29 de dezembro e foi concluída nessa segunda (1º), registrando um total de 12 acidentes, sendo quatro considerados graves, que resultaram em três mortes. O número de acidentes representa uma redução de 40% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados 20 acidentes. 

A Operação Ano Novo teve início na sexta-feira (29), com um reforço no policiamento ostensivo nas rodovias federais que cortam Alagoas. Até esta segunda-feira (1º), foram fiscalizados cerca de 800 veículos e quase 1.250 pessoas. As ações de educação para o trânsito alcançaram mais de 60 motoristas. Nesse período, houve a extração de 339 autos de infração. A infração mais cometida pelos motoristas que trafegaram pelas BRs de Alagoas foi o excesso de velocidade: houve 186 flagrantes dessa irregularidade. 

A PRF também autuou 40 pessoas inabilitadas conduzindo veículos automotores, 38 por não usarem o capacete de segurança, 29 por fazerem ultrapassagens proibidas e 15 por não usarem o cinto de segurança. Os policiais realizaram 429 testes de etilômetro e 12 condutores não foram considerados aptos para dirigir após soprar no bafômetro. Dois deles foram presos por apresentar teor alcoólico superior a 0,30mg/l.

Prisões

Durante os quatro dias de trabalhos nas rodovias, seis pessoas foram presas. Duas delas eram fugitivos que haviam escapado do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) de Ouro Branco momentos antes de serem abordados. Com eles, também foram presos outros dois homens que estavam dando apoio à fuga. 

Dois motoristas embriagados também foram presos neste período, em ocorrências nas BRs

101, em São Miguel dos Campos, e 316, em Palmeira dos Índios. O índice de alcoolemia de ambos superaram os 0,30 mg/l de álcool no organismo, o que é considerado crime pelo Código de Trânsito Brasileiro. Além de pagar multa de R$ 2.934,70 e poder ter seus direitos de dirigir suspensos, os condutores foram encaminhados às Delegacias de Polícias Civis daquelas cidades. 

 




Outras Notícias

Enquete
Concorda com o fato dos presos trabalhar para pagar seu próprio sustento?
Total de votos: 111
Google News