19/10/2018 08:04:20

São José da Laje
09/11/2017 08:22:22

Juiz decreta prisão preventiva de enfermeira acusada de armar assassinato do esposo


Juiz decreta prisão preventiva de enfermeira acusada de armar assassinato do esposo
Enfermeira é acusada ser a mandante de crime do marido

Blog a Palavra – Ivan Nunes - A polícia militar prendeu na manhã desta quarta-feira,8, no bairro Nova Esperança, a técnica em Enfermagem, Cássia Josefa da Silva, de 40 anos, esposa de Ednaldo Francisco Oliveira, assassinado a tiros dentro do seu automóvel numa estrada de terra pertencente a Usina Serra Grande, em São José da Laje.

A enfermeira é acusada pelo amante, Jadson Ferreira da Silva, com quem mantinha um relacionamento amoroso por mais de um ano, e que se encontra preso na Cisp de São José da Laje há dois dias, de ter ajudado na execução do esposo, com quem queria se separar e não conseguia.

A prisão da enfermeira se deu graças as informações do namorado a polícia militar numa das celas da Cisp, daquele município. Jadson foi preso em Ibateguara onde reside com os pais. 

Uma fonte da PM disse ao blog que a vítima no dia do crime, teria dito a enfermeira que estaria de plantão no Saae como vigilante. Passava de uma hora da madrugada, quando dois homens teriam pulado o muro de uma estação de tratamento do Saae e renderam Ednaldo Francisco de Oliveira que foi levado no seu próprio carro tendo sido acompanhado por uma motocicleta.

De acordo com a polícia militar, Cássia Josefa da Silva teria supostamente aplicado uma injeção com uma substância sonífera para que Ednaldo não reagisse a ação criminosa. A vítima foi levada para a divisa dos estados de Alagoas com Pernambuco e, na altura do quilômetro 3 da Br-104, um segundo homem que dirigia o carro da vítima, pegou uma estrada de terra e a poucos metros da rodovia federal, atirou por três vezes na cabeça de Ednaldo Oliveira que chegou a trabalhar no hospital São Vicente de Paulo como técnico em refrigeração, onde conheceu Cássia Josefa da Silva e engatou um casamento de onde tiveram dois filhos, sendo uma adolescente de 17 anos e outro de apenas 3 anos.

O mandado de prisão em desfavor de Cássia Josefa da Silva,  foi expedido pelo juiz da Comarca de São José da Laje, José Alberto Ramos, atendendo pedido do Delegado municipal, Dr Edbergue. Cássia que trabalha no Samu de União dos Palmares como socorrista e no HSVP nega as acusações contra ela. 

De acordo com o namorado da enfermeira, a participação de Cássia está relacionada a arma, pois teria sido ela quem emprestou um revólver calibre 38 Taurus pertencente ao marido para os supostos criminosos agirem contra o esposo naquela noite de setembro deste ano.

A prisão da enfermeira é temporária que é uma espécie de prisão cautelar decretada em casos específicos, com a duração máxima de cinco dias, ou de trinta dias, quando se tratar de crime hediondo, prorrogável por igual período em caso de extrema e comprovada necessidade. No caso especifico da enfermeira, o magistrado decretou sua prisão por 30 dias, com chances de prorrogar por mais 30, haja vista que existem mais dois implicados no crime de morte e que ainda não foram presos.

A reclusão de Jadson Ferreira está relacionada ao fato dele ter dado fuga aos bandidos numa motocicleta. Uma fonte disse ainda que o revólver da noite do crime foi encontrado com a viúva de Ednaldo em sua casa com três projetís deflagrados, além de farto material hospitalar, como seringa igual a que foi deixada dentro do carro da vítima, e que supostamente teria sido usada pela enfermeira para dopar Ednaldo Oliveira, que era dono de carros, motocicletas e imóveis de aluguel.



Enquete
Você acha que passada a eleição o governo vai dar sequencia as obras iniciadas no período de campanha?
Total de votos: 107
Google News