23/09/2018 13:02:14

Justiça
24/10/2017 09:38:23

Juízes rejeitam proposta para compra de usina


Juízes rejeitam proposta para compra de usina
Empresa do grupo João Lyra não foi vendida

Extra Alagoas - Os juízes Leandro de Castro Folly, Phillippe Melo Alcântara e José Eduardo Nobre Carlos rejeitaram, nesta segunda-feira (23), a proposta feita pelo Grupo Cambuí, de Minas Gerais, para compra da Usina Vale do Paranaíba, pertencente à Massa Falida da Laginha Agroindustrial, do Grupo João Lyra.  

O empreendimento está localizado na cidade de Capinópolis (MG). A justificativa dos magistrados é de que “a proposta apresenta ilegalidade em relação ao valor, à forma de pagamento e aplicação de percentual de corretagem às custas da massa falida”.  

O Grupo Cambuí propôs pagar 58% do valor da última avaliação do bem, o que daria algo em torno de R$ 82 milhões. Metade seria dada à vista e a outra metade paga em cinco anos.  

Segundo os autos do processo, “comparando-se o valor oferecido pela proponente e o da avaliação contemplada (...), realizada pela empresa Valor Engenharia, conclui-se a existência de significativo deságio - aproximadamente 40% quarenta por cento do valor da avaliação -, no que tange aos ativos da Unidade Vale do Paranaíba, objeto da proposta de compra”. 

Sendo assim, os juízes decidiram manter a modalidade leilão para alienação dos ativos da massa falida. 

 

 

 

 

 

 

 

 



Enquete
O que você pretende do Presidente da República e dos Governadores eleitos agora em outubro?
Total de votos: 106
Google News