19/10/2018 09:07:22

Bahia
25/03/2017 18:51:35

Após aposentadoria, idoso de 81 anos conclui 3º curso superior na Bahia


Após aposentadoria, idoso de 81 anos conclui 3º curso superior na Bahia
Aposentado cola grau na Bahia

Aos 81 anos e com muita disposição, Valter Ferreira concluiu a terceira graduação no ensino superior, que foi iniciado após a aposentadoria. O idoso, que já era formado em duas graduações, Turismo e Metodologia de Ensino, se formou também em Direito. A cerimônia de formatura foi realizada na noite da sexta-feira (24), em Salvador.

 

Valter Ferreira trabalhou como servidor público até os 52 anos. Depois de aposentado, ele resolveu se dedicar aos estudos e, ao longo de 29 anos, alcançou as três formações. Segundo ele, estudar sempre foi um hobby.

"Eu sempre gostei de estudar. Um hobby que eu tenho é estudar. E gosto mesmo. Faço com que todo o pessoal da minha família estude. Eu estudava em uma base de 4h a 5h. Ás vezes, eu chegava da faculdade às 22h, 22h30.

 

Eu não ia dormir, eu ia estudar, até umas 2h da manhã", contou o aposentado.

Durante a formatura em Direito, filhas e netas do idoso se emocionaram mais uma vez com a força de vontade dele. Uma das filhas o acompanhou até o palco para a entrega do canudo. As netas falaram sobre como é tê-lo como exemplo de vida.

 

"Que homem poderoso. Ninguém diz que ele tem 81 anos", disse Bárbara Almeida, uma das netas presentes na cerimônia.

 

"Ele é uma referência para a gente. Ele é o nosso mestre em tudo. É a pessoa que direciona a nossa vida", completou Alice Almeida, também neta do idoso.

 

O incentivo para que os familiares também estudem foi confirmado por Luzia Cruz, filha do idoso. Ela contou que graças ao exemplo do pai, ela e todas as irmãs possuem formação superior. "Todas nós, eu e minhas irmãs, somos formadas e seguimos o exemplo dele. Ele já disse que não vai parar", contou.

 

Na cerimônia, colegas de turma também falaram bem da experiência de convívio com o aposentado na faculdade e citaram as dificuldades enfrentadas por ele. "Ele, de uma forma muito carismática, conseguiu formar, com todas as dificuldades, de aulas aos sábados, de idas ao Fórum, ao juizado", explicou Moisés Ferreira.

 

Marília Carvalho, também neta do aposentado e advogada, contou sobre os dias de estudo com o avô.

"Eu pego uns casos e ele discute comigo. Estuda até de madrugada. Me traz livros para poder discutir as teses. Então, ele ama o que ele faz. Ele vai ser muito feliz e muito atuante na profissão", disse Marília Carvalho, neta.

Mesmo com o final do terceiro curso superior, Valter Ferreira ainda tem planos para o futuro acadêmico. Ele contou que pretende passar no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), para poder atuar na profissão, e que tem vontade de fazer um curso de especialização na área.

"Meus planos são de primeiro tentar fazer o exame da OAB, para passar, e também fazer um curso de especialização em direito do trabalho. Eu vivo para ajudar a quem precisa. Por isso eu estou aqui", revelou. <> G1 //



Enquete
Você acha que passada a eleição o governo vai dar sequencia as obras iniciadas no período de campanha?
Total de votos: 107
Google News