Em breve: Agência Tribuna União de Notícias

23/12/2016 11:22:34 Saúde | Saúde

Alagoas pode ter uma epidemia de chikungunya em 2017, diz médico




Um surto de chikungunya pode acontecer em Alagoas no ano de 2017. Segundo o médico reumatologista da Santa Casa de Maceió, George Christopoulos, os dados para um possível surto são baseados em evidências científicas e nos casos que aconteceram em outras partes do mundo. “A taxa de acometimento da população em cidades que sofreram com surtos de chikungunya nos diz que entre 35% a 62% da população poderá ser atingida”, afirma George à reportagem do Tribuna Hoje.

 

O mosquito Aedes aegypti é o transmissor da dengue, zika e chikungunya. Segundo o médico reumatologista, de cada 10 pacientes com zika, apenas uma pessoa apresenta algum sintoma, porém, quando o assunto é chikungunya, a situação muda de cenário para pior. “De cada 10 pacientes contaminados com chikungunya, nove terão algum sintoma. Se o sistema quase entrou em colapso no surto de zika, imaginem o que pode acontecer com uma epidemia de chikungunya”, diz. O médico ainda alerta que 30% das pessoas com chikungunya sofrerão com dores crônicas que podem ultrapassar três meses, e muitos poderão ter dor, por causa da doença, por alguns anos.

 

George Christopoulos afirma que, se a crise vier como aconteceu em outras cidades pelo mundo, “não haverá a menor capacidade dos sistemas público e particular de darem assistência a todos os enfermos”. “Médicos da assistência básica não estão preparados para atender aos portadores de tal patologia. As manifestações clínicas da chikungunya não são fáceis de serem resolvidas”, diz. George também fala que, além das três principais doenças causadas pelo mosquito em Alagoas, ainda existe a possibilidade de aparecer uma doença chamada ‘mayaro’, também transmitida pelo Aedes aegypti. O médico afirma que já há casos de ‘mayaro’ no Brasil e que é grande a possibilidade da enfermidade chegar a Alagoas.

 

O número de mortes causadas pela chikungunya já supera a dengue e a zika na região Nordeste. Segundo o médico, essa constatação é da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). “Os tratamentos variam desde analgésicos na fase aguda até corticosteroides na fase subaguda e medicações antirreumáticas nas fases subagudas e crônicas. Os custos do tratamento serão altos para aqueles que evoluírem para a fase crônica”, diz o médico. Tribuna Hoje //

 

 

 


NOTÍCIAS RELACIONADAS


Ilustração
21/12/2016 17:59:27 Saúde | Saúde
Cinco sinais de meningite que todo mundo deveria conhecer

O cérebro e a medula espinhal são o comando central de quase tudo o que o corpo faz, por isso é muito importante mantê-los sãos e salvos. Os dois são cobertos por uma membrana, chamada meninge, que ajuda a protegê-los dos ataques dos germes, m...



Divulgação
20/12/2016 09:18:07 Saúde | Saúde
Rotary de União dos Palmares convida população para teste e orientações como evitar a Hepatite C

Nesta terça feira dia 20 de Dezembro, terça-feira. O Rotary Club União dos Palmares estará na Praça Padre Cicero a partir das 8h da manhã até o meio dia, realizando testes rápidos e dando dicas de como evitar a infecção da Hepatite C. &nb...



Foto Ilustrativa
19/12/2016 11:20:42 Saúde | Saúde
Dezembro tem cor laranja para conscientizar sobre câncer de pele

Pelo terceiro ano consecutivo, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) promove a campanha Dezembro Laranja. Diante da chegada do verão, a proposta é conscientizar a população sobre a necessidade do combate e prevenção do câncer de pele. ...



Mosquito transmite doenças mortais para os humanos
19/12/2016 06:26:13 Saúde | Saúde
Autoridades se preparam para guerra contra infestação do Aedes aegypti no verão

Vem chegando o verão e, com a elevação das temperaturas e a intensificação das chuvas, a infestação de mosquitos é mais intensa. O clima mais quente e úmido facilita a eclosão dos ovos do Aedes aegypti, aumentando a proliferação do t...



22/02/2017
Visitas: 64455914
Visitas De Hoje: 960


ENQUETE

Se a eleição fosse hoje qual seria seu candidato a governador?
Total de votos: 321


Tribuna União 2007 - 2017
© Copyrigth - atribunadeuniao@gmail.com