Em breve: Agência Tribuna União de Notícias

15/12/2016 14:27:12 Política | Politica

Renan retira de pauta projeto sobre abuso de autoridade




Após iniciar a discussão, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), retirou na noite desta quarta-feira (14) da pauta de votações o projeto que endurece as punições em casos de abuso de autoridade.

 

A decisão foi tomada após pedidos de parlamentares contrários à votação do texto neste momento. Na mesma decisão, Renan remeteu a proposta à Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

 

"Interpretando o sentimento da Casa, eu quero adotar a decisão sugerida. Nós vamos levar essa matéria para tramitar na Comissão de Constituição e Justiça", disse Renan.

 

Ao anunciar a retirada do projeto da pauta, o peemedebista foi aplaudido por parte do plenário do Senado.

Embora o projeto tenha sido remetido nesta quarta à CCJ, a comissão só poderá iniciar a analise sobrea proposta em 2017, uma vez que o Senado entrará em recesso legislativo nesta semana e só retomará os trabalhos em fevereiro.

 

O projeto, apresentado pelo presidente do Senado, revoga a legislação vigente e estabelece novas punições a juízes e procuradores, entre outras autoridades.

Durante a sessão desta quarta, defenderam a retirada do projeto da pauta de votações os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), João Capiberibe (PSB-AP), Simone Tebet (PMDB-MS), José Agripino Maia (DEM-RN) e Álvaro Dias (PV-PR).

 

Na mesma sessão, discursaram a favor da votação do projeto Renan Calheiros, o relator, Roberto Requião (PMDB-PR), e Jader Barbalho (PMDB-PA).

 

O projeto tem sido criticado por setores do Judiciário e do Ministério Público, que apontam uma tentativa de retaliação do Congresso Nacional em razão de investigações que envolvem políticos, como a Operação Lava Jato.

 

Em nota, a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) disse que a proposta tem o objetivo de “intimidar” magistrados e procuradores envolvidos em processos que analisam denúncias contra deputados e senadores. Renan Calheiros é alvo de oito inquéritos na Operação Lava Jato.

 

Mais cedo, nesta quarta, Renan Calheiros disse que o projeto não é contra o Judiciário ou procuradores, mas contra todas autoridades que cometem abusos.

"O abuso de autoridade não é contra juiz, não é contra promotor, não é contra senador, não é contra deputado. É contra todo mundo e, também, contra o guarda da esquina", declarou o senador do PMDB, em entrevista.

 

Argumentos pró e contra

Durante a sessão desta quarta, o relator, Roberto Requião, afirmou que quem é contra a análise da proposta é "a favor do abuso de autoridade".

Também defensor do texto, Jader Barbalho (PMDB-PA), investigado na Lava Jato, afirmou que os senadores "não poderiam se acovardar" e deixar de votar a proposta.

 

O senador Álvaro Dias (PV-PR) subiu à tribuna para defender a retirada de pauta do projeto e disse que o Senado precisa "ouvir a voz das ruas".

 

"É possível nessa circunstância produzir uma boa lei? Qual a razão dessa pressa, desse açodamento, desse atropelo? Nós não temos uma legislação sobre abuso? Temos e não temos uma só", declarou.

 

Simone Tebet (PMDB-MS) avaliou não ser o momento de votar o projeto, "com cheiro de abafa-Lava Jato".

 

Líder do PT, Humberto Costa (PT-PE) sugeriu a Renan Calheiros que conversasse com líderes e senadores definir uma data para votação do projeto no plenário. G1 //

 

 

 

 

 


NOTÍCIAS RELACIONADAS


Ilustração
12/12/2016 07:16:31 Política | Politica
Delator da Odebrecht cita doações não declaradas a mais de 30 políticos; veja lista

Em informações prestadas ao Ministério Público Federal (MPF) para a assinatura de acordo de delação premiada, o ex-diretor de relações institucionais da Odebrecht Cláudio Melo Filho apresentou valores repassados a políticos com a finalidade...



Presidente Michel Temer
11/12/2016 11:50:08 Política | Politica
85% dos brasileiros consideram o governo Temer de regular a péssimo

Uma pesquisa realizada pelo Datafolha e divulgada neste domingo (11) pela Folha de S.Paulo mostrou que 85% dos brasileiros consideram o governo do presidente Michel Temer de regular a péssimo.   O levantamento ouviu 2.828 pesso...



Ilustração
05/12/2016 17:28:18 Política | Politíca
Congresso pode tirar poder de investigação da Receita Federal

O Congresso analisa cinco projetos que podem tirar a capacidade investigativa da Receita Federal. Segundo integrantes do órgão, há uma operação articulada para enfraquecer a Operação Lava Jato na esfera fiscal.   De acordo com a coluna ...



Senador alagoano Renan Calheiros
05/12/2016 08:51:17 Política | Politica
Renan emite nota e diz que manifestações são legítimas

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), emitiu nota neste domingo (4) falando sobre as manifestações contra a corrupção e a favor da Lava Jato, que ocorrem em todo o país. Segundo ele, as manifestações são legítimas. "A...



23/03/2017
Visitas: 65341562
Visitas De Hoje: 20395


ENQUETE

Você concorda com a Setorização das feiras livres em União?
Total de votos: 311


Tribuna União 2007 - 2017
© Copyrigth - atribunadeuniao@gmail.com