Em breve: Agência Tribuna União de Notícias

14/12/2016 16:39:07 Alagoas | Alagoas

Dados apontam que 86% do território de Alagoas deve enfrentar seca nos próximos meses




Dados do Comitê de Combate à Seca de Alagoas apontam que 86% da área que pertence ao Estado vão enfrentar grave seca nos próximos meses. Segundo o Comitê, Alagoas deve sofrer com um dos piores períodos de estiagens das últimas décadas. O meteorologista Vinícius Nunes Pinho, da Sala de alerta da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) explicou que a situação que o estado vai enfrentar é alarmante.

“Cerca de 77? dos municípios já estão em situação grave ou excepcional e esse será um Verão bastante seco. Uma das causas foi a pouca chuva durante o inverno. Choveu apenas 40% da média esperada”, explicou Vinícius.

Ainda de acordo ele, a seca extrema é quando há grandes perdas agrícolas, com uma escassez de água generalizada ou com restrições. Já a seca excepcional tem as mesmas características da extrema, com acréscimo de escassez nos reservatórios, córregos e poços, criando uma situação de emergência.

“Hoje, o percentual da área excepcional está em 40% do estado, na parte oeste. Nos próximos meses pode chegar próximo aos 80%. O percentual de 86% são as áreas de seca excepcional mais grave e de seca severa um pouco menos intensa, porém também grave”, explicou Vinicius Pinho.

De acordo com o meteorologista, as áreas mais críticas atualmente são as que correspondem ao Alto Sertão Alagoano, Sertão do São Francisco e parte do Agreste e Zona da Mata.

Vinícius Pinho disse que a previsão para o próximo ano é de chuvas um pouco mais regulares, principalmente durante o período chuvoso que começa em abril. Porém, como o déficit hídrico está muito elevado, com pouca água armazenada, ele não acredita que será o suficiente para resolver o problema. Os próximos três meses ainda serão muito secos, agravando a situação em curto prazo.

Vários municípios já passam por problemas devido à estiagem

Vários municípios alagoanos já enfrentam problema com a estiagem. Em União dos Palmares, a falta de chuvas e a situação do Rio Mundaú, que está quase seco, obrigou o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) a estabelecer o racionamento na cidade, através de um sistema de rodízio.

Em Mar Vermelho, a situação também não é diferente. Na segunda-feira (12), a Prefeitura do Município decretou situação de emergência.

Os moradores estão sendo abastecidos por carros-pipa contratados pela Prefeitura. A estudante Amanda Camassari, moradora do município, disse que têm residências aonde não chega água nas torneiras há mais de 20 dias e que o problema ocorre há mais de dois meses. 

“A salvação dos moradores são os carros-pipa. A situação está precária e só não estar pior porque um fazendeiro também cedeu água mineral, que é com que nós cozinhamos. Às vezes quando os funcionários da Casal soltam a água não passa de 20 minutos. Ontem à noite, quando eles liberaram, a água na torneira não durou cinco minutos”, comentou.

A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) informou que a principal providência tomada para garantir o abastecimento de Mar Vermelho será a interligação de um poço à rede de abastecimento. Esse poço foi perfurado pela Semarh e a Casal está adquirindo os materiais para que, até a próxima semana, possa iniciar a obra de interligação. “Após o fim dessa obra, o abastecimento voltará a ser feito pela rede”, declarou à reportagem.

De acordo com a companhia, o colapso no abastecimento de Mar Vermelho ocorreu devido à seca. “Com isso, a barragem que é o manancial usado pela Casal para abastecer o município está com o nível muito baixo. Esse manancial somente será usado de novo quando tiver água suficiente. Não há, portanto, previsão de quando isso vai ocorrer, depende das chuvas”, explicou.

A situação também está crítica em Palmeira dos Índios. A barragem Carangueja que abastece 70%  do município está quase seca. Para evitar o colapso total a Casal, adotou o sistema de rodizio já há algum tempo. Algumas áreas da cidade chegam a ficar sem água durante cinco dias.

A Casal já havia alertado no início do segundo semestre para a baixa vazão em reservatórios de água no interior, apontando um possível colapso hídrico em ao menos 20 cidades do estado. Segundo o estudo da companhia, foi constatado que 12 municípios estão em situação de risco iminente e outros 14 com dificuldades na distribuição. Tribuna Hoje //


NOTÍCIAS RELACIONADAS


Foto Ilustrativa
08/01/2017 11:09:58 Alagoas | Especiais
Governo concede isenção do IPVA a motocicletas cinquentinhas

O Governo de Alagoas ampliou as isenções do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Agora, as motocicletas até 50 cilindradas, popularmente chamadas de cinquentinhas, tiveram a alíquota do imposto reduzida de 2,5% para 0%. &...



Foto Ilustrativa
26/12/2016 12:14:18 Alagoas | Alagoas
Tarifas de transporte intermunicipal sofrem reajuste; o percurso União-Maceio custa R$ 13,50. veja preços

Os usuários das linhas de transporte intermunicipal em todo o estado começaram a pagar tarifas mais altas nesta segunda-feira (26). O aumento autorizado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsal) é de 13,65% e ocorreu a pedido do Sind...



Central de Flagrantes em Arapiraca
25/12/2016 13:58:37 Alagoas | Arapiraca
Presos fogem da Central de Policia de Arapiraca

Cinco presos que estavam recolhidos a um dos xadrezes da Central de Policia Civil em Arapiraca no bairro Baixão conseguiram na manhã deste domingo (25) dia de Natal forçarem as grandes e ganharem a liberdade.   Na cela estavam recolhidos 14 ...



Naildete Brandão
25/12/2016 04:02:37 Alagoas | Maceió
Mulher de Maceió está desaparecida desde da última terça-feira (20)

Está desaparecida, desde a última terça-feira (20), Naildete Brandão de Carvalho Souza, conhecida como Nal. Segundo informações com amigos de sua família, ela saiu de casa, mas garantiu que voltaria sem demora.   Nal reside no Conjunto ...



24/02/2017
Visitas: 64534406
Visitas De Hoje: 13928


ENQUETE

Se a eleição fosse hoje qual seria seu candidato a governador?
Total de votos: 356


Tribuna União 2007 - 2017
© Copyrigth - atribunadeuniao@gmail.com