Em breve: Agência Tribuna União de Notícias

14/10/2016 01:03:47 Polícia | Politica

Lula se torna réu em ação sobre obras em Angola




Agência www.dw-world.de/brazil //

 

A Justiça Federal em Brasília aceitou nesta quinta-feira (13/10) uma denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tornando-o réu pela terceira vez em processos relacionados à Operação Lava Jato. A ação envolve ainda outras dez pessoas, incluindo o empresário Marcelo Odebrecht.

 

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), enviada à Justiça na última segunda-feira, Lula teria atuado junto ao BNDES para garantir a liberação de financiamento para a realização de obras de engenharia em Angola, executadas pela construtora Odebrecht, da qual Marcelo era presidente. Em troca, a empresa teria pago mais de 30 milhões de reais aos envolvidos, disse o MPF.

 

Segundo a denúncia, a participação de Lula no esquema ocorreu em duas fases: na primeira, entre 2008 e 2010, ele ainda ocupava a presidência da República e, na condição de agente público, teria praticado o crime de corrupção passiva; na segunda, entre 2011 e 2015, já sem mandato, Lula teria cometido o delito de tráfico de influência em benefício dos envolvidos.

 

O petista também é acusado pelo crime de lavagem de dinheiro, parte dele viabilizado por meio de repasses de valores justificados pela subcontratação da empresa Exergia Brasil, fundada em 2009 por Taiguara Rodrigues dos Santos, sobrinho da primeira esposa de Lula, também réu neste processo.

 

Outra constatação do MPF é a de que parte dos pagamentos indevidos se concretizou por meio de palestras supostamente ministradas pelo ex-presidente a convite da Odebrecht. Nesse caso, a contratação foi feita por meio da empresa LILS Palestras, criada por Lula no início de 2011.

 

A denúncia foi aceita pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília. Ao analisar o caso de forma preliminar, o juiz entendeu que não há justificativa para rejeitar a acusação.

 

Defesa de Lula

Em rede social, o ex-presidente comentou a aceitação da denúncia por meio de uma nota assinada por um de seus advogados, Cristiano Zanin Martins. "Lula jamais interferiu na concessão de qualquer financiamento do BNDES. Como é público e notório, as decisões tomadas por aquele banco são colegiadas e baseadas no trabalho técnico de um corpo qualificado de funcionários", diz o texto.

 

Martins ainda reitera que Lula não praticou qualquer dos crimes imputados "sem qualquer prova" pelo MPF e afirma que seu cliente "é vítima de lawfare, que nada mais é do que uma guerra travada por meio da manipulação das leis para atingir alguém que foi eleito como inimigo político".

Além da última denúncia aceita, o ex-presidente é réu em outros dois processos, um no Distrito Federal e outro sob comando do juiz Sérgio Moro, no Paraná, e é alvo de investigação em outros dois inquéritos que tramitam no Supremo Tribunal Federal, todos relacionados à Operação Lava Jato.

 


NOTÍCIAS RELACIONADAS


Drogas que foi apreendida pela policia
30/12/2016 09:36:20 Polícia | Tráfico em Maceió
Falso taxista que locava carro para o tráfico é detido com 14 quilos de maconha

Um homem foi detido na noite da quinta-feira (29) com 17 tabletes de maconha, totalizando 14 quilos da droga, dentro de um táxi interceptado no bairro do Jacintinho. O acusado conduzia uma Parati branca, de placa NMO-5894, quando foi flagrado com a ...



Figura para Ilustração
30/10/2016 12:21:46 Polícia | Polícia
Insetos retirados de corpos já ajudaram polícia a elucidar 48 crimes

Nada como um inseto para testemunhar um assassinato. Ele é a fonte mais confiável para dizer quando a vítima morreu, em que local o crime aconteceu e até se drogas e algum tipo de veneno foram, eventualmente, utilizados no ato. E tudo o que ele p...



Senador alagoano Renan Calheiros
05/10/2016 12:59:21 Polícia | Politica
Empreiteira: Senador Renan Calheiros é denunciado e será julgado no STF

Melhor Notícia // G1   O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) irá para julgamento no plenário da Corte. A liberação veio através do ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF) em uma denúncia apresentada pel...



Ilustração
24/09/2016 07:47:04 Polícia | Politica
Prefeitos têm de garantir serviços básicos

Agência Senado //   A eleição municipal pode não ocupar nos noticiários do país o mesmo espaço dado às disputas pela Presidência da República ou por uma vaga no Senado, mas ganha a dianteira em relevância quando o foco é o cotidian...



26/03/2017
Visitas: 65425214
Visitas De Hoje: 3723


ENQUETE

Você concorda com a Setorização das feiras livres em União?
Total de votos: 331


Tribuna União 2007 - 2017
© Copyrigth - atribunadeuniao@gmail.com