Em breve: Agência Tribuna União de Notícias

09/10/2016 09:41:52 Leitura de Domingo | Leitura de Domingo

Dezessete medicamentos perigosos que você usa sem prescrição médica




R7 //

 

Responda com sinceridade você tem certeza que todos os medicamentos que consome no seu dia a dia são adequados e seguros?

 

Quando as pessoas sentem uma dorzinha chata de cabeça ou mesmo aquela cólica do primeiro dia de menstruação o mais natural é procurar um remédio qualquer na farmacinha de casa e esquecer o problema. Porém, ao fazer isso muitas pessoas estão se expondo a medicamentos perigosos.

 

O grande risco está no fato de que temos a falsa crença de que os MIPs (Medicamentos Isentos de Prescrição) são seguros pelo simples fato que não precisam da chancela de um médico para serem adquiridos na farmácia.

Se você se preocupa com a sua saúde e o bem-estar da sua família, a dica é conferir abaixo a lista de 17 tipos de medicamentos perigosos que você toma sem nem pensar.

 

O perigo dos medicamentos

Os riscos provenientes desses medicamentos não dizem respeito propriamente e tão somente a sua composição, mas sim a forma como as pessoas os utilizam em seu dia a dia. Usar determinados tipos de medicamento sem medida de quantidade e de forma errada é o que cria grande risco.

Esses medicamentos podem também acarretar em reações adversas como alergias ou conflito com outros medicamentos.

 

As 17 classes de medicamentos perigosos que você usa no seu dia a dia

 

1.Analgésicos e antitérmicos

 

Essa é a principal categoria de medicamentos que são usados sem prescrição médico no dia a dia. O destaque nessa classe vai para dois medicamentos bastante conhecidos das pessoas: o Paracetamol e AAS.

O primeiro pode causar dano no fígado devido ao uso prolongado e a liberação de hepatoxinas e o segundo pode ocasionar sangramento gástrico.

Consulte o seu médico se persistirem sintomas como dores e febre.

 

2. Antialérgicos

Nessa categoria estão os antialérgicos e também os anti-histamínicos que são usados por grande parte da população que vive com o incômodo de reações alérgicas.

 

As condições de poluição e aumento dos processos industriais dos alimentos, fez com que as pessoas se tornassem mais sensíveis a alergias.

O uso prolongado desse tipo de medicamento pode causar, entre outros problemas, sensação de sedação, dores de cabeça e engrossamento das mucosas.

 

3. Antifúngicos

Quase todo mundo já teve micoses, como o famoso pé-de-atleta, e usou para se livrar do problema algum antimicótico ou antifúngico.

 

Muitos desses medicamentos estão a venda somente com prescrição médica, no entanto, ainda tem alguns que estão livres para a compra dos consumidores.

 

Ao se automedicar numa situação de infecções, doenças como candidíase, dermatofitoses o paciente pode acabar tornando a cura do problema mais difícil e ainda piorar os sintomas tópicos.

 

4. Relaxantes musculares

O grande risco que medicamentos, como o Carisoprodol, oferecem é o vício, a sensação de sedação e alívio das dores musculares pode fazer com que o indivíduo se torne dependente. Pode causar também sonolência.

Por isso que essa classe é considerada uma classe de medicamentos perigosos.

 

5. Descongestionantes nasais

Você sabia que algumas pessoas se tornam dependentes de descongestionantes nasais? Por isso que os médicos alertam que eles não devem ser usados por mais do que 5 dias seguidos.

 

O resultado do uso prolongado desse tipo de medicamento é o surgimento da chamada rinite medicamentosa.

 

6. Colírios

Os médicos chamam os populares colírios de soluções oftálmicas e em muitos casos prescrevem esse item como uma forma de oferecer mais conforto aos seus pacientes. No entanto, muitas pessoas usam sem recomendação médica e/ou abusam da dose.

 

Quando os colírios são usados demasiadamente, podem aumentar a secreção lacrimal, causar lesões oculares e até mesmo problemas como glaucoma.

 

7. Xaropes para tosse

Um tipo de medicamento sem necessidade de prescrição médica que é muito usado em crianças. Os expectorantes, xaropes para tosse, são usados em casos em que há tosse com catarro. O objetivo é tornar a textura do mesmo mais viscosa para facilitar a sua remoção.

 

8. Anti-inflamatórios

Outra classe de medicamentos que faz parte do cotidiano de muitas pessoas e que pode representar um sério risco se usado demasiadamente.

 

Dentre as consequências, que o uso desse tipo de medicamento pode ter, estão dores de estômago, enjoos, vômitos e até mesmo o surgimento ou perfuração de úlceras.

 

9. Antieméticos

Talvez por esse nome você não saiba de que tipo de medicamentos se trata, mas provavelmente irá reconhecer as suas aplicações para tratar sintomas como náuseas e vômitos.

 

O uso abusivo desse tipo de medicamento é muito perigoso porque pode causar sonolência, inquietude, incapacidade de concentração, fala enrolada como se o indivíduo estivesse embriagado, dores de cabeça e até mesmo problemas gastrointestinais.

 

10. Antiácidos

Quando você sente que comeu algo que não caiu bem procura logo por um antiácido, não é mesmo? Pois, saiba que esse é um dos tipos de medicamentos perigosos que oferece maior risco de interação com outros medicamentos trazendo resultados desastrosos.

 

Com o passar do tempo se o uso se torna constante pode se tornar difícil absorver os nutrientes provenientes dos alimentos.

 

11. Anticoncepcionais

Um exemplo de um tipo de medicamento que demanda a orientação e prescrição médica, mas que muitas pessoas escolhem de acordo com a sua própria cabeça.

 

Não se deve brincar com a ingestão de hormônios, pois entre as consequências que isso pode trazer estão aumento da pressão arterial que pode acarretar em trombose.

 

12. Antiespasmódicos

Algumas mulheres sofrem com cólicas fortíssimas durante o período menstrual e para remediar a situação fazem uso de antiespasmódicos como Buscopan, por exemplo.

 

Porém, esse tipo de medicamento pode trazer sérios problemas de saúde como a sensação constante de boca seca, visão turva e até mesmo taquicardia.

 

O problema pode ficar ainda mais sério se ocorre a mistura de um antiespasmódico como Buscopan com um analgésico como Dipirona, por exemplo, que pode causar confusão mental, sensação de estupor e em alguns casos até a morte.

 

13. Isotônicos, os repositores eletrolíticos

Submeter-se a atividade física por tempo prolongado faz com que o seu corpo perca sais e água devido ao suor. Para fazer a reposição da hidratação muitas pessoas, especialmente atletas, usam os isotônicos.

 

Quem opta pelas versões em pastilha efervescente pode acabar preparando o mesmo de maneira errada. A consequência disso é uma superdose de reposição eletrolítica que é perigosa podendo elevar a quantidade de sódio no organismo.

 

14. Antiulcerosos

Os medicamentos dessa classe como o Omeprazol, por exemplo, devem ser vendidos com prescrição médica, porém, é muito fácil adquiri-los sem a indicação de um profissional.

 

Em geral esse tipo de medicamento serve para fazer o tratamento de problemas como úlcera e gastrite ou mesmo para ser uma proteção do estômago (para quem vai tomar outros medicamentos).

 

O uso prolongado desse tipo de medicamento pode esconder sintomas de outras doenças como câncer de estômago sem contar que o próprio uso pode causar problemas de saúde.

 

15. Antifiséticos intestinais

Um dos problemas mais inconvenientes para se ter é o de gases intestinais. É quase impossível de disfarçar e por isso mesmo muitas pessoas procuram o uso de medicamentos antifiséticos que atuam reduzindo o mal-estar gástrico que pode causar os gases.

 

De uma maneira geral esses medicamentos não são perigosos, mas podem ter alguns efeitos colaterais como gerar eczema de contato que consiste numa reação alérgica inflamatória.

 

16. Antiacneicos

Uma categoria de medicamentos que parece inofensiva para a saúde é de cosméticos para o tratamento da acne, porém, como esses produtos têm como principal agente o ácido salicílico podem oferecer o risco de desenvolvimento de salicilismo, isto é, alergia ao ácido.

 

Os médicos observaram nos últimos anos que mais pessoas desenvolveram esse tipo de reação alérgica devido ao maior uso desses produtos. Uma intoxicação de ácido salicílico pode levar o indivíduo ao coma.

 

17. Vitamina C

Um dos melhores exemplos de como o excesso do uso de um determinado tipo de medicamento pode transformá-lo de mocinho em vilão rapidamente.

 

A vitamina C pode ser muito positiva para a saúde, porém, estudos alertam que se for consumida em quantidade exagerada por tempo prolongada aumenta consideravelmente o risco de desenvolvimento de pedras nos rins.

 

Esses são apenas alguns exemplos de medicamentos perigosos, consulte seu médico antes de se automedicar.


NOTÍCIAS RELACIONADAS


Mata ardeu em fogo destruindo a flora e a fauna
18/12/2016 08:02:42 Leitura de Domingo | Leitura de Domingo
Incêndios na Mata Atlântica: acidentes da natureza ou crimes ambientais? - Video -

As imagens a seguir dão uma visão geral do que aconteceu com a 'Serra dos Frios' em União dos Palmares em uma reportagem copiada da Globo. Assista atento e faça uma exame minucioso como ficou a situação do nosso ecosistema outrora rico em espé...



Ártico
11/12/2016 11:48:43 Leitura de Domingo | Leitura de Domingo
Ártico em perigo e o clima global ameaçado

Não é novidade que a porção de gelo no Oceano Ártico, que cobre boa parte do Polo Norte terrestre, vem diminuindo consideravelmente de tamanho nas últimas décadas por conta do aumento da temperatura média na região que, por sua vez, acelera ...



Professores de destaque ministraram o que chamaram de 'Aulão'
04/12/2016 08:38:33 Leitura de Domingo | Leitura de Domingo
Semed de União dos Palmares realiza ‘Aulão’ preparatório para o Exame Seletivo do Ifal

O alunado da rede municipal de ensino de União dos Palmares teve a oportunidade esta semana de participar de um ‘Aulão’ ministrado pelos renomados professores Divonete Martins (Língua Portuguesa) e Rodrigo Veridiano (Atualidades) que serviu co...



Foto Ilustrativa
27/11/2016 12:21:24 Leitura de Domingo | Leitura de Domingo
Cada um de nós precisa diagnosticar e dominar a própria inveja

Dizem que ela mata. Triste morte. Otimistas de nascença afirmam que, se bem-dosada, estimula. Mas sem dúvida adoece aos que dela se inoculam, envenenando suas vidas, à medida que impotentes assistem ao sucesso alheio. Numa inversão kafkiana, suce...



23/03/2017
Visitas: 65330852
Visitas De Hoje: 9687


ENQUETE

Você concorda com a Setorização das feiras livres em União?
Total de votos: 304


Tribuna União 2007 - 2017
© Copyrigth - atribunadeuniao@gmail.com