24/06/2022 19:25:55

Polícia
13/05/2022 01:00:00

Polícia prende homem por morte de "Junior Oião" dentro de residência em Jatiúca


Polícia prende homem por morte de

Um homem de 44 anos foi preso na manhã desta quarta-feira, 11, pela Polícia Civil de Alagoas (PC-AL), sob a suspeita de ter participado do assassinato a tiros de Carlos Fernando Leitão Lins Júnior, o "Junior Oião", 35 anos, no dia 21 de outubro de 2019, na Rua Ernesto Gomes Maranhão, em Jatiúca. A vítima morreu com mais de dez tiros dentro de uma residência. À época, a polícia informou que Junior Oião era envolvido com facção criminosa.

Por meio da investigação, realizada pela equipe da 6ª DHC, ficou apurado que o suspeito teria atraído a vítima para o local onde aconteceu o homicídio. O mandado de prisão foi expedido pela 9ª Vara Criminal da Capital. A equipe da 3ª DHC, sob a coordenação da delegada Tacyane Ribeiro, efetuou a prisão.

Junior Oião teve a maior concentração dos tiros no tórax e na cabeça. Ele teria marcado um encontro com uma suposta namorada, mas a mulher negou que iria vê-lo no local do homicídio. Ela disse ao TNH1, no dia do crime, que estava esperando a vítima em outro lugar quando ficou sabendo da morte dela.

Junior havia ficado recluso em um presídio federal, no Rio de Janeiro, por aproximadamente 10 anos. Ele tinha uma vasta ficha criminal e estava com uma tornozeleira eletrônica no momento do assassinato.

O homem preso pela morte de Junior vai responder pelo crime de homicídio qualificado.

O caso - Carlos Fernando Leitão Lins Junior foi morto com ao menos 13 disparos de arma de fogo dentro da residência de um amigo, na Rua Ernesto Gomes Maranhão, em Maceió. Segundo a testemunha, dois suspeitos armados invadiram a casa e encontraram a vítima sentada no sofá. Eles afastaram o morador e começaram a atirar contra Carlos Fernando. Após o crime, eles fugiram em uma motocicleta.

tnh1



Enquete
Se posicione a favor ou contra o uso da macanha mesmo para fins medicinais
Total de votos: 41
Google News