27/05/2022 18:26:53

Geral
27/01/2022 04:00:00

Com Brasil na 3ª posição, ataques de tubarões no mundo crescem 40% em 2021


Com Brasil na 3ª posição, ataques de tubarões no mundo crescem 40% em 2021
O número de ataques de tubarões aumentou em todo o mundo no ano passado, depois de cair drasticamente em 2020 devido à pandemia, disseram pesquisadores.
 
Cerca de 73 ataques não provocados (quando o incidente ocorre no habitat natural do animal sem que o humano o instigue) foram registrados em todo o mundo em 2021 , contra 57 no ano anterior, disseram pesquisadores do Arquivo Internacional de Ataques de Tubarão (ISAF, da sigla em inglês).
O total do ano passado está alinhado com a média global dos últimos cinco anos (72) e ocorre depois que os números de casos caíram por três anos consecutivos.
 
Onze mortes relacionadas a tubarões foram contabilizadas em todo o mundo em 2021, sendo nove dos ataques classificados como não provocados.
 
Três mortes foram registradas na Austrália, enquanto duas ocorreram na Nova Caledônia, no sudoeste do Pacífico. Estados Unidos, Brasil, Nova Zelândia e África do Sul tiveram um ataque fatal, disseram pesquisadores.
 
Os Estados Unidos lideraram a lista de mordidas de tubarão não provocadas no ano passado, com 47 ataques confirmados, ou 64% da contagem global.
 
Dos três acidentes envolvendo mordidas de tubarão no Brasil em 2021, dois aconteceram na praia de Piedade, no município pernambucano de Jaboatão dos Guararapes, a cerca de 20 km da capital Recife.
 
O terceiro incidente foi registrado na praia da Cacimba do Padre, no arquipélago de Fernando de Noronha, também pertencente a Pernambuco. O estado é o que mais registrou ataques em toda a série histórica, desde 1931, com 61 casos, conforme levantamento do ISAF.
 
br.sputniknews.com


Enquete
Dos nomes elencandos abaixo, quais seus candidatos a deputado (Estadual e Federal)
Total de votos: 223
Google News