27/05/2022 18:22:28

Geral
19/01/2022 02:00:00

Mais de 1800 militares da FAB assinaram termo para recusar vacina contra Covid


Mais de 1800 militares da FAB assinaram termo para recusar vacina contra Covid

Militares da Força Aérea Brasileira (FAB) optaram por assinar um termo em que assumem a responsabilidade por não se vacinarem contra a Covid-19. De acordo com o jornal O Globo, o documento foi assinado por 1.880 membros da FAB.

Apesar de não estarem imunizados, os militares que assinaram o termo foram liberados para retornar ao trabalho presencial. No documento, o militar deve declarar que se recusa a tomar a vacina contra a Covid-19, “mesmo sendo encaminhado para a vacinação pela minha Organização Militar e orientado quanto à importância da vacinação para a imunização e proteção da minha saúde, estando ciente ainda que a falta de imunização, neste caso, não importará em não exercício das minhas atividades profissionais habituais”.

Conforme o levantamento feito pelo jornal O Globo, dos 66.442 militares da ativa, 35.723 tomaram as duas doses da vacina em 2020, 25.618 estavam com a primeira dose e 775 receberam a dose única. Já a dose de reforço foi aplicada em 544 militares da FAB.

agoranoticiasbrasil.com.b



Enquete
Dos nomes elencandos abaixo, quais seus candidatos a deputado (Estadual e Federal)
Total de votos: 223
Google News