02/12/2021 00:35:50

Coronavirus
29/09/2021 20:00:00

Butanvac é segura e induz alta resposta imunológica, aponta estudo


Butanvac é segura e induz alta resposta imunológica, aponta estudo

Os resultados preliminares da primeira fase dos ensaios clínicos feitos na Tailândia apontaram que a Butanvac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo Instituto Butantan, é segura e induz uma alta resposta imunológica após a aplicação da segunda dose. Os dados foram divulgados em artigo publicado na plataforma MedRxiv, e ainda não foram revisados por pares. No Brasil, os testes da primeira fase estão em andamento em cidades de São Paulo e Minas Gerais.

De acordo com o estudo tailandês, todas as formulações do imunizante, chamado internacionalmente de NDV-HXP-S, foram bem toleradas nos voluntários que receberam duas doses com intervalo de 28 dias. Os 210 participantes, sendo 82 homens e 128 mulheres, com idades entre 18 e 59 anos, foram divididos em grupos que receberam diferentes dosagens da vacina ou placebo.

Menos de um terço dos voluntários desenvolveram efeitos adversos, e não houve relatos de ocorrência grave. Os sintomas mais frequentes foram dor e sensibilidade na região, além de fadiga, cefaleia e mialgia.

 

O estudo foi conduzido por pesquisadores da Universidade Mahidol, na Tailândia, da Icahn School of Medicine do Hospital Mount Sinai e da Universidade do Texas, as últimas nos Estados Unidos. Além da Tailândia e do Brasil, os testes clínicos da Butanvac também são realizados no Vietnã.

Os resultados desta fase dos ensaios clínicos atestam a segurança da vacina e mostram qual dosagem utilizada foi a que despertou a maior resposta imunológica pelo organismo. Com base nos dados obtidos, duas formulações foram selecionadas e devem ser avaliadas na próxima etapa dos testes, a fase 2. Apenas na terceira e última fase é que se determina a eficácia do imunizante em combater a doença.

Butanvac

O imunizante desenvolvido pelo Instituto Butantan utiliza a inoculação de um vírus modificado da doença de Newcastle que contém a proteína Spike do SARS-CoV-2, vírus causador da Covid-19, estabilizada.

Como o vírus da doença de Newcastle infecta apenas aves, ele é inofensivo para humanos. Além disso, o Butantan ressalta que ele replica muito bem em ovos embrionados de galinhas, a mesma tecnologia presente na vacina da gripe desenvolvida pelo Instituto.

Essa técnica é mais barata e é uma especialidade do Butantan, que produz anualmente 80 milhões de imunizantes para combater a gripe. A nova vacina contra a Covid-19, a Butanvac, é parte de um consórcio internacional que envolve também a organização PATH Center for Vaccine Innovation and Access, a Icahn School of Medicine no Mount Sinai, em Nova York, e a Universidade do Texas.

Testes no Brasil

No Brasil, os ensaios clínicos da Butanvac foram autorizados pela Anvisa em julho e estão atualmente na etapa A da fase 1. Os testes estão sendo realizados em Ribeirão Preto (SP), Guaxupé (MG), São Sebastião do Paraíso (MG) e Itamogi (MG).

Para participar desta etapa, é preciso ter mais de 18 anos, nunca ter tido Covid-19, não ter sido vacinado, não ser alérgico a ovos e frango e não estar grávida ou ser lactante. Na próxima etapa, a B, poderão participar pessoas vacinadas ou que já tenham sido infectadas pelo SARS-CoV-2.

Fonte O Globo



Enquete
Qual desses politicos alagoanos você votaria para Governador em 2022?
Total de votos: 16
Google News