19/08/2019 16:13:47

21/10/2009 00:00:00

Municípios


Municípios

com gazetweb //

Foi realizada, na manhã desta quarta-feira (21), uma reunião em Satuba, distante 21 km de Maceió, para discutir ações que minimizem o índice de violência no município. Representantes da Polícia Civil, Polícia Federal, PRF, Justiça e Prefeitura participaram do encontro.

Segundo o prefeito de Satuba, Cícero Ferreira, o Titor, toda semana é registrado um homicídio no município, na maioria dos casos, os assassinatos estão relacionados ao tráfico de drogas. “As vítimas enquadram-se no mesmo perfil: todos têm de 18 a 32 anos e estão envolvidos, de alguma maneira, com o tráfico de drogas. Algumas vezes, acontece do crime começar em Maceió e terminar aqui, já que são cidades próximas”, completou.

O prefeito declarou que a Polícia Civil de Satuba tem apenas uma viatura, que está sem condições de uso. “Falta equipamento e policiais efetivos para trabalhar nas ruas. A Prefeitura recuperou um veículo Gol da Polícia Militar, que será entregue hoje e utilizado para combater qualquer tipo de violência”, declarou.

O objetivo da reunião, de acordo com Titor, é debater políticas públicas e ações, feitas em conjunto ou isoladas, que possam diminuir os casos de homicídio. “O ideal, ou uma primeira medida, seria ter uma maior quantidade de policiais nas ruas e uma integração entre as polícias”.

O juiz da Comarca de Satuba, Sandro Augusto, também esteve presente na reunião e declarou que o poder Judiciário fará o necessário para combater a violência no município.

O inspetor Gibson Magalhães Viana, superintendente da PRF, mostrou-se favorável a ideia de integrar as polícias. "Qualquer ação que sirva para inibir a violência é bem-vinda. A PRF tem feito sua parte para combater o tráfico nas rodovias próximas a Satuba", disse.

Luiz Gomes, aposentado e morador de Satuba, reclamou da situação em que se encontra o município. "Antes ficávamos na porta de casa, conversando até tarde. Hoje, temos que nos recolher antes das 20h por conta da violência. A população está desprotegida, o município não tem dono", declarou.



Enquete
Em sua avaliação que nota de 0 a 10 você dá ao Governo Bolsonaro
Total de votos: 525
Google News