17/07/2019 23:35:48

21/10/2009 00:00:00

Saúde


Saúde

Nos últimos meses uma mistura com vários ingredientes, chamada ração humana, está sendo bastante consumida por inúmeras pessoas como substituta de uma das três refeições. Apesar do sucesso do produto, o diretor da Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Paulo Bezerra, faz um alerta para a combinação que reúne farinha de trigo, linhaça, leite de soja, farelo de aveia, levedo de cerveja, gergelim, gérmen de trigo, guaraná, gelatina e açúcar mascavo.

Segundo Paulo Bezerra, esses ingredientes possuem ação de auxiliar o organismo, quando usados separadamente, a exemplo da linhaça que foi comprovada cientificamente sua ação de reduzir o colesterol, além de ser rica em ômega 3. Bezerra destacou que a atenção deve ser redobrada quando se faz a mistura, uma vez que, não se tem conhecimento se há algum componente que possa interferir na absorção de algum nutriente.

“A eficácia e eficiência dessa mistura não tem comprovação científica. Portanto não se pode veicular propaganda da mistura com todos os efeitos terapêuticos que estão sendo atribuídos”, afirmou Paulo Bezerra. Ele ressaltou que é preciso ter conhecimento sobre a origem de todos os ingredientes, data de validade, manipulação e acondicionamento.

A Vigilância Sanitária Estadual tem buscado informações referentes ao número de lotes, acondicionamento e armazenamento do produto, porque esses fatores podem interferir na qualidade da ração. A mistura é composta de farelos que podem desenvolver fungos e também haver oxidação dos ingredientes.

por Ascom / Sesau


Enquete
Em sua avaliação que nota de 0 a 10 você dá ao Governo Bolsonaro
Total de votos: 166
Google News