15/08/2020 10:18:47

21/09/2009 00:00:00

União dos Palmares


União dos Palmares

antonio aragão // Fonte: com blogapalavra

O atual secretário do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de União dos Palmares e candidato da “chapa 1” (apoiado pela atual presidência), Petrucio Ferreira dos Santos de 51 anos de idade foi eleito ontem (21) com 1600 votos o novo presidente da instituição para o quatriênio 2009 a 2013 superando seu opositor o agricultor Luiz Carlos da Silva Lima de 59 anos,  (chapa 2) que obteve 428 votos do universo de 2028 eleitores habilitados para votar.

Fundado em 1963, o sindicato hoje arregimenta 500 eleitores aposentados, 759 “assalariados da cana” e o restante do eleitorado que totaliza 2028 filiados é composto de pequenos agricultores, cujos números atraem políticos, tornando a disputa acirrada a exemplo de outras eleições nas diversas instituições no município.

Desde as 8,00h da manhã foi grande a movimentação da 40ª eleição do órgão sindical que foi acompanhada discretamente por guarnições do 2º BPM, por representantes da FETAG, que enviou como observadores o vice-presidente Manoel Felizardo dos Santos, o secretário de organização Antonio Torres, Amaro Felismino do Conselho Fiscal, e os convidados dos sindicatos de Branquinha e de Atalaia, Quiterio e Cícero Domingos.

Embora aparente ser simplesmente de amparo ao rurícola como todo similar, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais que também abrange a delegacia no distrito de Rocha Cavalcante é acompanhado discretamente por grandes proprietários rurais e usineiros da região, que embora procurem disfarçar, mas exercem forte influencia na escolha dos seus dirigentes, o que faz parte da cultura da região canavieira do estado de Alagoas.

Ao ser proclamada a nova diretoria encabeçada por Petrucio Ferreira que terá como tesoureiro o atual presidente Gilson Ângelo da Silva que cumpre seu terceiro mandato consecutivo, o opositor derrotado Luiz Carlos da Silva Lima que pregava a recuperação do sindicato, o retorno dos trabalhos de um dentista, um advogado e um médico, além de fiscalizar a atuação dos empregadores da área da cana, disse que “não se conformava com o resultado e que iria recorrer do resultado junto ao Ministério Público, sob a alegação que em época de eleição, os filiados inadimplentes são perdoados das dividas das mensalidades pelas atuais diretorias e se tornam aptos a votar, o que fere frontalmente o regimento interno e a própria ética” finalizou o agricultor.

Galeria




Enquete
Qual o candidato de sua preferência para a Prefeitura de União dos Palmares?
Total de votos: 9621
Google News