02/03/2021 01:30:22

Polícia
02/02/2021 23:00:00

Jovem assassinado em bar de Penedo foi morto por engano, confessa suspeito preso


Jovem assassinado em bar de Penedo foi morto por engano, confessa suspeito preso

O homicídio registrado na noite do último sábado, 30 de janeiro, em um bar localizado nas imediações da Toca do Índio, em Penedo, está esclarecido. O suspeito de ter efetuado os disparos de arma de fogo que ceifaram a vida de Carlos Leandro da Silva, de 19 anos, foi preso neste domingo, 31, em sua residência.

De acordo com o 11º Batalhão de Polícia Militar (11º BPM), logo após o crime, militares receberam informes dando conta da autoria do homicídio. Desde então, guarnições passaram a realizar diligências que acabaram culminando na prisão de um suspeito conhecido como “Macaco”, que confessou o crime.

O elemento preso, que devido a nova lei do abuso de autoridade não teve o nome revelado, contou que um jovem identificado apenas pelo apelido de “Neném”, o teria chamado para matar aquele que havia assassinado o irmão dele, vulgo “Cachoeira”, há cerca de um ano no presídio.

Ainda segundo as informações policiais, “Macaco” declarou também que foi com “Neném” em uma motocicleta até o local do crime e efetuou cinco disparos de arma de fogo no jovem de camisa rosa, entretanto, o alvo deles seria o de camisa vermelha. Carlos Leandro morreu na hora do atentado, antes mesmo de receber socorro médico, apenas por ter sido confundido pela cor da camisa que usava.

No momento da captura do elemento nada ilícito foi encontrado com ele. Sobre a arma usava no homicídio, “Macaco” declarou que a mesma encontra-se com o “Neném”, seu proprietário. Buscas foram realizadas mas o mesmo não foi encontrado. Informações sobre o paradeiro do suspeito poderão ser repassadas ao Disk Denúncia através do 181 (Polícia Civil) ou 190 (Polícia Militar). A ligação é gratuita e o denunciante não precisa se identificar.

Aqui Acontece



Enquete
Você é favorável a privatização do SAAE de União dos Palmares?
Total de votos: 323
Google News