03/03/2021 05:42:45

Saúde
23/12/2020 19:00:00

Uncisal vai ofertar vagas em Programa de Pós-Graduação em Fonoaudiologia


Uncisal vai ofertar vagas em Programa de Pós-Graduação em Fonoaudiologia

Um sonho antigo que finalmente se tornou realidade. Esta é a definição utilizada por pesquisadores da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) para descrever o primeiro mestrado acadêmico conquistado pela instituição. A partir de 2021, a Uncisal passa a ofertar vagas no Programa de Pós-Graduação em Fonoaudiologia (PPgFon), desenvolvido em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

“Esta é uma importante conquista para a Uncisal, porque o mestrado acadêmico nos credencia ainda mais como espaço de produção de ciência. Além disso, a gente responde a uma exigência legal do Conselho Estadual de Educação. Outro ponto importante é a resposta que a Uncisal dá à sociedade, porque o mestrado acadêmico significa a produção de recursos humanos voltados para o ensino superior”, explica a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação (Propep) da Uncisal, Mara Ribeiro.

Embora o programa seja vocacionado para graduados em Fonoaudiologia, pesquisadores formados em áreas correlatas poderão participar da seleção. O PPgFon tem como área de concentração “Aspectos funcionais e Reabilitação em Fonoaudiologia” e disponibilizará duas linhas de pesquisa: “Voz e funções orofaciais: aspectos funcionais e fundamentos da reabilitação” e “Desenvolvimento e reabilitação da audição e linguagem”.

 

Conforme Mara Ribeiro, pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, a Uncisal ofertará inicialmente oito vagas. “Destas vagas, uma será destinada para os servidores e docentes pertencentes ao quadro efetivo da Uncisal, outra para candidatos que se autodeclararem como negro, indígena, pessoa com deficiência ou pertencente a povos e comunidades tradicionais e as demais serão destinadas à ampla concorrência”, acrescenta.

 

Para a pró-reitora, a conquista só foi possível graças ao empenho da equipe técnica que compõe a Propep e ao corpo docente da Uncisal. “Um mestrado em associação reúne um grupo com diferentes instituições, no qual são selecionados pesquisadores com uma alta produtividade dentro daquela área. A partir da relação estabelecida com um dos membros desses programas, a gente verificou que era possível a inclusão da Uncisal, porque nós temos professores com alta produtividade, que poderiam compor com esses outros docentes. Nós ingressamos, porque ficou claro que podemos somar ao grupo”, observa.

Farão parte do PPgFon os professores Pedro de Lemos Menezes, coordenador do curso na Uncisal; Aline Tenório Lins Carnaúba; Kelly Cristina Lira de Andrade; e Klinger Vagner Teixeira da Costa. “Esses professores têm uma produção acadêmica de excelência e vão contribuir para o crescimento para pós-graduação na Uncisal. A expectativa é que outros professores passem a produzir em conjunto, para que possamos expandir ainda mais nossos programas de pós-graduação”, pontuou Mara Ribeiro.

A pró-reitora destacou ainda que, além deste mestrado acadêmico, a Uncisal conta com um mestrado profissional. “Os mestrados acadêmico e profissional acabam se complementando. No mestrado acadêmico, o objetivo primordial é a formação de recursos humanos. O produto resultante das pesquisas pode até ser direcionado aos serviços, mas não é a sua natureza. Diferente do produto profissional, que vai dar respostas dentro dos serviços onde os pesquisadores estão”, explicou.

O reitor da Uncisal, Henrique de Oliveira Costa, comemorou a conquista e parabenizou o corpo técnico da instituição. “Nós assumimos com grandes desafios e estamos superando todos eles. Um desses desafios era a implantação de um mestrado acadêmico. Conseguimos concretizá-lo e há a possibilidade real de ampliarmos, ao longo dos próximos anos, para um doutorado acadêmico. Sem dúvidas, a comunidade da Uncisal sai ganhando. Parabéns à Propep, liderada pela professora Mara, e toda equipe técnica envolvida”, pontua.

Tnh1



Enquete
Você é favorável a privatização do SAAE de União dos Palmares?
Total de votos: 327
Google News