03/12/2020 11:23:39

Acidente
12/11/2020 22:00:00

Hugo falha feio e São Paulo vence o Fla na estreia de Ceni

Com o resultado, Rogério Ceni segue sem vencer o São Paulo desde que se tornou treinador


Hugo falha feio e São Paulo vence o Fla na estreia de Ceni

O São Paulo levou a melhor no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Visitando o Flamengo nesta quarta-feira, no Maracanã, palco da estreia de Rogério Ceni como técnico rubro-negro, o Tricolor não fez um bom primeiro tempo, mas se recuperou na etapa complementar e contou com uma falha grotesca do goleiro Hugo Souza, já no final do jogo, para sair de campo com a importantíssima vitória por 2 a 1. Os dois gols são-paulinos foram marcados pelo artilheiro Brenner. Gabigol balançou as redes para os donos da casa.

Entrando no lugar de Diego Alves logo no início do segundo tempo por causa de incômodos musculares, Hugo Souza foi decisivo para a vitória do São Paulo. Aos 42 minutos, o goleiro flamenguista foi desarmado por Brenner dentro da pequena área ao tentar o drible e acabou dando de presente o gol que garantiu o triunfo tricolor.

Com o resultado, Rogério Ceni segue sem vencer o São Paulo desde que se tornou treinador. Agora são seis jogos enfrentando o ex-clube, com quatro vitórias do Tricolor e outros dois empates. Na próxima quarta-feira, no Morumbi, o time comandado por Fernando Diniz precisa de apenas um empate para avançar à semifinal da Copa do Brasil.

O jogo - O Flamengo não demorou muito para mostrar a que veio. Logo aos três minutos Gabigol foi lançado na direita, dominou e deu passe açucarado para Vitinho chegar batendo da entrada da área, no cantinho, forçando boa defesa de Tiago Volpi. Já aos 15 minutos os donos da casa aproveitaram vacilo na saída de bola do São Paulo, mas desta vez foi Gabigol quem perdeu uma ótima oportunidade, chutando para fora ao sair cara a cara com o goleiro tricolor.

Empolgados com o bom momento no jogo, os jogadores do Flamengo não cessaram a pressão. No minuto seguinte, a defesa são-paulina errou de novo na saída de bola, e Bruno Henrique, esperto, fez o desarme, tocando rapidamente para Gabigol, que experimentou de fora da área, forçando Tiago Volpi a trabalhar mais uma vez.

De tanto insistir, o Flamengo, enfim, balançou as redes aos 25 minutos, quando Gabigol recebeu passe em profundidade, saiu cara a cara com Tiago Volpi e bateu certeiro, sem chances para o adversário. O auxiliar, no entanto, marcou impedimento do camisa 9 rubro-negro, confirmado posteriormente pelo VAR.

Antes de o juiz apitar o fim do primeiro tempo, a equipe comandada por Rogério Ceni ainda teve outras grandes chances de abrir o placar. Aos 43, Michael desarmou Luciano, levou pela linha de fundo e tocou para o meio da pequena área, onde Gabigol apareceu para empurrar para o fundo das redes, mas não alcançou a bola. Já aos 48 minutos Volpi fez mais uma excelente defesa em arremate de Bruno Henrique depois de nova roubada de Vitinho no campo de ataque, indo para o intervalo com a igualdade no placar.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o São Paulo precisou de um minuto para fazer mais do que fez em todo o primeiro tempo. Gabriel Sara deu passe magistral para Brenner, que saiu frente a frente com Diego Alves e tocou no cantinho para abrir o placar para o Tricolor no Maracanã. Mas, não deu tempo para os comandados de Fernando Diniz comemorarem. Aos três minutos, Bruno Henrique abriu para Gabigol na direita. O atacante invadiu a área e bateu sem chances para Tiago Volpi, deixando tudo igual.

A partida realmente estava mais movimentada no segundo tempo. Aos 11 minutos, quase que o São Paulo retoma a frente no placar com Luciano, que recebeu de Igor Gomes livre, dentro da área, mas, ao tentar encobrir o goleiro Hugo Souza, que substituiu Diego Alves, machucado, acabou atingindo o rosto do goleiro flamenguista.

Se tinha uma coisa que não havia mudado do primeiro para o segundo tempo era as falhas defensivas do São Paulo. Aos 23 minutos, Bruno Alves entregou a bola nos pés de Arrascaeta, que tentou chutar de primeira, já que Tiago Volpi não estava debaixo das traves, mas, para a sorte dos visitantes, faltou mira ao meia uruguaio.

Mas, o destino reservava um final de jogo traumático para o Flamengo e, especialmente, para o jovem Hugo Souza. Aos 42 minutos, o goleiro flamenguista foi desarmado por Brenner dentro da pequena área ao tentar o drible e entregou de bandeja o gol que garantiu mais uma vitória tricolor sobre o Mengão em pleno Maracanã.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 2 SÃO PAULO

Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 11 de novembro de 2020, quarta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa-RS) e Michael Stanislau (RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Gols: Brenner, ao 1 e aos 42 do 2ºT (São Paulo); Gabigol, aos 3 do 2ºT (Flamengo)

Cartões amarelos: Reinaldo (São Paulo)

FLAMENGO: Diego Alves (Hugo Souza); Matheuzinho, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Renê; Willian Arão, Gerson e Vitinho (Pedro Rocha); Michael (Arrascaeta), Bruno Henrique e Gabigol (Thiago Maia)

Técnico: Rogério Ceni

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran, Diego Costa, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes (Vitor Bueno); Brenner (Léo) e Luciano (Pablo).

Técnico: Fernando Diniz



Enquete
Você acha que as eleições de 2020 foram fraudadas no Brasil?
Total de votos: 145
Google News