03/12/2020 10:27:56

Saúde
30/10/2020 23:00:00

Prefeitura intensifica ação de combate ao Aedes-aegypti em bairros de Maceió

PREFEITURA INTENSIFICA AÇÕES DE COMBATE AO AEDES AEGYPTI EM BAIRROS DE MACEIÓ


Prefeitura intensifica ação de combate ao Aedes-aegypti em bairros de Maceió

Desde a última segunda-feira (26), agentes de Combate às Endemias, da Secretaria Municipal de Saúde(SMS), têm intensificado as ações preventivas de combate ao Aedes Aegypti para evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika. O trabalho tem se concentrado nos bairros de Bebedouro, Chã da Jaqueira e Bom Parto.

“Fizemos um levantamento de dados dos últimos dois anos e constatamos 18 bairros de Maceió com maior risco de transmissão dessas arboviroses e por isso resolvemos dar uma maior atenção a essas localidades. Com essa ação, completaremos oito bairros com 100% dos seus domicílios visitados pelos nossos agentes”, afirmou Walbertson Miranda, coordenador do Programa de controle do Aedes aegypti, da Coordenação de Vigilância Epidemiológica da SMS.

De acordo com Sérgio Oliveira, supervisor do Programa na Chã da Jaqueira, as visitas domiciliares estão sendo realizadas em caráter educativo, seguindo as mais recentes orientações do Ministério da Saúde. “Neste período da pandemia, estamos evitando atividades no intradomicílio das pessoas, assim conseguimos preservar tanto a nossa saúde quanto a das famílias visitadas. Nosso trabalho está sendo orientar quanto aos cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito e alertar sobre os sinais e sintomas relacionados às doenças ocasionadas por ele”, explicou.

Moradora da Chã da Jaqueira, dona Josefa Pastora recebeu a visita das equipes e aprovou a ação. “Todo mundo precisa fazer a sua parte e essas visitas são boas porque os agentes mostram o que é preciso fazer para evitar esse mosquito. Já aprendi muita coisa com eles, não deixo água parada na minha casa, todos os meus vasos de plantas são na areia e quando reservo água, deixo tudo tampado”, contou.

A Vigilância Epidemiológica também oferece o serviço de Disque Denúncia, pelo 3312-5495 de segunda a sexta-feira, das 8h às 17 horas. Pelo canal de atendimento, a população pode ligar em casos de denúncias sobre focos do Aedes aegypti e outros animais que transmitem doenças como ratos, escorpiões, moscas e barbeiros.

O Dia Mais



Enquete
Você acha que as eleições de 2020 foram fraudadas no Brasil?
Total de votos: 144
Google News