24/09/2020 05:26:54

Geral
18/07/2020 18:00:00

IML de Maceió começa a operar novo software para exames com scanner corporal


IML de Maceió começa a operar novo software para exames com scanner corporal
Peritos médicos legistas, odontolegistas e técnicos forenses do Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima (IML) foram treinados para operar um novo software que passará a ser usado no scanner de corpos da unidade. O equipamento é utilizado para localizar lesões, projéteis ou fragmentos nos corpos de vítimas e melhora os diagnósticos de causa mortis.
 
Segundo o fabricante, a tecnologia digital do equipamento permite a captura e processamento de imagens digitais de alta definição, fornecendo informações com riqueza de detalhes, feito em um processo de inspeção confiável, dinâmico e eficaz. Além disso, o exame é concluído em poucos segundos, garantindo maior agilidade e qualidade na análise e geração de laudos periciais.
 
 
O chefe especial do IML de Maceió, perito médico legista Fernando Marcelo, explicou que o pleno funcionamento do scanner de corpos proporcionará várias vantagens durante os exames cadavéricos no IML, como também permitirá a realização de exames antropológicos para determinação de raça, sexo e estimativa de idade através da análise de ossadas humanas.
 
“No dia a dia, durante o exame de necropsia, o uso do scanner evita a perda de projéteis e de fragmentos, visto que através da imagem em alta resolução, a equipe consegue localizar esse tipo de material em locais de difícil acesso. A recuperação desse tipo de material é de extrema importância para a realização de futuras comparações balísticas”, explicou o chefe do IML.
 
 
Além de otimizar a localização e retirada dos projéteis e garantir maior qualidade nas necropsias, o scanner melhora os diagnósticos de causa mortis. Além disso, as imagens radiográficas quando anexadas nos laudos enriquecem o documento, facilitando o entendimento pelos órgãos solicitantes e a própria Justiça.
 
Coronavírus
 
Em época de pandemia, o uso de ferramentas que permitam o menor contato entre a equipe e os corpos também são essenciais para a prevenção. Visando a proteção e segurança de todos os que compõem o quadro de servidores do IML contra a Covid-19, o IML de Maceió criou uma portaria interna com recomendações da Associação Brasileira de Medicina Legal e Perícia Médica (ABMLPM) e da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
“Estamos reforçando todos os cuidados necessário para evitar a contaminação por Covid-19. O uso do scanner otimiza o serviço de necropsia e proporciona menos exposição dos profissionais aos corpos, principalmente em vítimas de projéteis de arma de fogo, já que com as imagens das lesões internas não será preciso fazer grandes acessos na tentativa de localizar esse tipo de material”, explicou Fernando Marcelo.
 
Melhor Notícia


Enquete
Abaixo elencamos 7 chapas que devem concorrer as eleições municipais em União dos Palmares. Qual delas você prefere?
Total de votos: 3236
Google News