10/08/2020 19:06:10

Polícia
27/06/2020 07:00:00

Pai e filho não aceitam receber intimação e morrem em troca de tiros com a polícia; um policial ficou ferido


Pai e filho não aceitam receber intimação e morrem em troca de tiros com a polícia; um policial ficou ferido

Na tarde desta quinta-feira (25) agentes da Polícia Civil do município de Ouro Branco, foram entregar uma intimação na zona rural do município mas foram recebidos à bala. Houve confronto, um policial civil foi ferido e pai e filho morreram durante a troca de tiros.

Segundos as primeiras informações, pai e filho, identificados como Cícero Ferreira da Silva, 50 anos,  e Silvano Pereira da Silva,32 anos, moram no Povoado Três Açeiros, e durante a manhã teriam ameaçado um vizinho e efetuado disparos de arma de fogo.

Esse vizinho ameaçado foi até a delegacia prestar queixa. No período da tarde, agentes da Polícia Civil foram até o povoado entregar a intimação policial para que pai e filho comparecessem à delegacia para serem ouvidos.

Segundo informações policiais, pai e filho se recusaram a receber a intimação e efetuaram disparos de arma de fogo contra os agentes da PC.

Um dos agentes, identificado como Gustavo Diógenes Nogueira foi atingido no braço e tórax, e socorrido até uma unidade hospitalar. Mas os disparos que atingiram o policial não causaram consequencias graves. Ele recebeu atendimento médico e foi liberado. 

Diante da situação de perigo, a Polícia Civil,solicitou o reforço do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) do 7º Batalhão de Polícia Militar (7º BPM) situado em Santana do Ipanema.

O comandante do 7º BPM, Major George Pereira Silva, informou que ao chegar com as equipes de polícia no povoado tentaram negociar com os dois suspeitos para que ele entregassem as armas e se renderem.

” Tentamos diversas vezes, mas eles continuaram atirando contra os policiais militares e civis que estavam no local e não havendo a rendição,  a PM teve que revidar os disparos efetuados e os dois vieram a óbito”, relatou o comandante.

Ainda de acordo com George Pereira, durante a negociação, pai e filho ficaram trancados dentro de um quatro e efetuavam os tiros por uma janela. No interior da residência, havia uma senhora que foi resgatada pelos policiais.

“Nossa maior preocupação era retirar aquela senhora com vida. E enquanto eles estavam no quarto atirando contra as guarnições, os policiais conseguiram entrar por um outro cômodo da residência e resgatar a idosa”, relatou George Pereira.

Ainda segundos informações policiais, pai e filho eram muito temidos na região e eram conhecidos como os “demônios”.

Foram apreendidas cinco espingardas e um revólver. 

Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca. 

A Polícia Civil está ouvindo as pessoas envolvidas nesse caso e a populaçao local para saber que tipo de atividade criminosa os dois praticavam no Médio Sertão alagoano.

Detalhe da Notícia



Enquete
Qual o candidato de sua preferência para a Prefeitura de União dos Palmares?
Total de votos: 8493
Google News