03/07/2020 16:53:50

14/07/2009 00:00:00

Policia


Policia

com tudonahora .. elaine rodrigues

A Polícia Civil protocolou ofício no Ministério Público Estadual pedindo a prisão da promotora Marluce Falcão, ex-integrante do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas. Ela é acusada de ter tentado coagir Antônio Wendel Melo Guarniere, a principal testemunha do caso do traficante solto, Moisés Santos Costa Júnior, o Gil Bolinha.

O inquérito que apura o envolvimento da promotora deve ser presidido pelo procurador geral de Justiça, Eduardo Tavares, e só ele pode solicitar ao Tribunal de Justiça a prisão da promotora, que tem foro privilegiado.

De acordo com investigações feitas pela Polícia Civil e acompanhadas pelo promotor Luis Vasconcelos, Marluce Falcão teria coagido Wendel Guarniere a ajudar o marido dela, o advogado Saulo Emanuel, o pastor Saulo, que teria intermediado o pagamento do suborno ao delegado Eulálio Rodrigues e ao escrivão José Carlos Minim, para libertar o traficante Gil Bolinha.  

Tudo na Hora tentou contato com a promotora, mas o celular estava desligado.



Enquete
Você acredita no numero de mortos por Covid-19 divulgado pelo governo?
Total de votos: 171
Google News