10/08/2020 18:13:54

Polícia
08/06/2020 11:30:00

GovernoEducação Madrugada de vandalismo em Joaquim Gomes; canteiro e câmeras de escola são destruídos


GovernoEducação Madrugada de vandalismo em Joaquim Gomes; canteiro e câmeras de escola são destruídos

As cenas são de um ato criminoso. Segundo o código penal prevê no seu artigo 163 como sanção, detenção de um a seis meses ou multa. Isso para quem destruir; inutilizar ou deteriorar coisa alheia. Em Joaquim Gomes, a prefeitura agora tenta com ajuda da polícia, através das câmeras de segurança, identificar os autores de atos de vandalismo contra a Escola Municipal de Ensino Básico, Nossa Senhora Rainha da Paz, que foi recentemente reformada e durante a madrugada deste domingo (7), foi alvo de vândalos, que segundo o município poderão ser autuado por dano ao patrimônio público.

A frente da escola, que fica na Rua Professora Cícera Santos Marinho amanheceu com sinais de destruição pelo menos boa parte do canteiro ficou totalmente destruído, além disso, uma das câmeras externa de monitoramento do prédio foi quebrada a pedrada. Segundo o vigilante noturno isso aconteceu por volta das 2h da madrugada. Ele contou ao setor responsável pela segurança municipal que, no mínimo três pessoas teriam participado do crime.

O vigia revela que, estava dentro da escola, quando ouviu o barulho, e ao verificar pela brecha, notou que seriam mais de três pessoas, que não foram identificadas por ele, porém utilizavam pedras e atiravam contra as câmeras da escola, além disso, segundo o funcionário, eles saíram chutando o portão; arrancaram as plantas do canteiro, e no brinquedo que fica na pracinha de frente a escola, também vandalizaram isso tudo em um enorme barulho e anarquia, utilizando-se de pedras que estavam próximas à escola para causar destruição ao patrimônio.

A prefeitura informou ao jgnoticias que, a secretaria municipal de educação, deverá recorrer à polícia para lavrar um Boletim de Ocorrência e cobrar a investigação, espera que, as imagens do circuito interno da própria escola possam auxiliar a polícia na identificação dos vândalos e punir de acordo com o rigor da Lei.

Outros atos de vandalismo

Mais cedo, por volta das 18h, vândalos foram até o terreno aonde a prefeitura irá construir uma escola no bairro Antônio Celestino Lins, e destruíram a placa de anúncio da obra, que foi colocada um dia antes. Em seguida, a empresa responsável pela obra, que também está atuando na reforma da Praça Laurentino Gomes de Barros, revelou que, mais tarde, outra cena de vandalismo foi registrada, em que, quebraram cerâmicas lá na obra da Praça que está prestes a ser entregue a população.

Segundo o responsável pelas obras, já comunicou a polícia e vai cobrar apuração para identificar os autores.

JG Notícias



Enquete
Qual o candidato de sua preferência para a Prefeitura de União dos Palmares?
Total de votos: 8428
Google News