06/04/2020 08:16:56

Justiça
17/03/2020 23:59:00

Condenado a 18 anos de prisão, acusado de matar empresário “Grilo” poderá recorrer em liberdade


Condenado a 18 anos de prisão, acusado de matar empresário “Grilo” poderá recorrer em liberdade

Apontado como autor intelectual na morte do empresário Jair Gomes da Silva, conhecido como “Grilo”, o fazendeiro Fernando Carlos Medeiros foi condenado a 18 anos e 9 meses de reclusão. Entretanto, poderá recorrer da sentença em liberdade. A sessão foi conduzida pelo juiz John Silas da Silva, substituto da 9ª Vara Criminal de Maceió.

O empresário foi assassinado em novembro de 2010, no centro da cidade, com quatro tiros na cabeça, efetuados por dois homens que estavam em uma motocicleta.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, o crime foi planejado pelo fazendeiro Fernando Carlos Medeiros após discussão com a vítima em uma cafeteria. Durante a briga, Grilo teria dado um soco no acusado, que prometeu se vingar. O fazendeiro teria, então, contratado Gilberto Fernandes, Josival Rosendo, José Rosendo e Manoel Araújo da Costa para cometerem o assassinato.

Gilberto Fernandes também foi levado à julgamento, mas foi absolvido pelos jurados.

As gravações captadas pela câmera de segurança de um supermercado teriam mostrado o momento do crime e a imagem dos executores. Os réus Josival Rosendo e José Rosendo foram condenados em 2014. Manoel Araújo faleceu durante o processo.

Folhas de Alagoas



Enquete
Mesmo com a obrigação dos governos estaduais e municipal de isolamento da população você concorda em trabalhar?
Total de votos: 304
Google News