15/08/2020 10:23:50

23/06/2009 00:00:00

União dos Palmares


União dos Palmares

com cadaminuto // teresa cristina

O delegado Cícero Lima, que apura o atentado contra Emanuel Paulo da Silva, o Paulinho do PT, disse à reportagem do CADAMINUTO que a prisão do funcionário público Paulo Júnior será de fundamental importância para apontar para os outros envolvidos no crime. Paulo Júnior, que é funcionário da Secretaria Municipal de Saúde de União dos Palmares, está foragido, desde a última semana, quando teve a prisão decretada pelo juiz da comarca José Lopes Neto.

"Quando ele for preso, vamos saber mais coisas, porque ele sabe muito. Em depoimento, ele negou participação, mas há fortes indícios de que ele está envolvido", colocou o delegado. Lima disse também acreditar que o atentado tem a participação de mais pessoas, o que será esclarecido com a prisão de Paulo Júnior. "Estamos tentando informações de onde ele está para ajudar a esclarecer o fato", afirmou.

Paulo Júnior já foi indiciado pelo crime, juntamente com Rafael Pedrosa e o advogado Paulo Cavalcante. O servidor municipal e Pedrosa foram denunciados pelo Ministério Público pelo atentado.

O crime

Paulinho do PT foi atingido por dois tiros quando deixava uma residência no povoado Rocha Cavalcante, em União dos Palmares, em outubro do ano passado. A vítima, que concorria ao cargo de vice-prefeito na chapa do médico Beto Baía, estava em seu veículo, um Prisma, quando foi baleada. Sérgio Marcolino, que estava no veículo e fazia a segurança do candidato, também foi atingido pelos disparos.

 



Enquete
Qual o candidato de sua preferência para a Prefeitura de União dos Palmares?
Total de votos: 9621
Google News