07/08/2020 12:20:33

22/06/2009 00:00:00

União dos Palmares


União dos Palmares

antonio aragão //

 

Uma decisão monocromática do Desembargador Orlando Cavalcante Manso do Tribunal de Justiça de Alagoas, concedeu, na tarde desta segunda feira (22) ao estudante José Rafael de Albuquerque Pedrosa (conhecido como "Padre"), de 19 anos de idade, preso na Delegacia Regional de União dos Palmares desde o inicio de fevereiro de 2009 quando se apresentou ao Delegado Regional Cícero Lima para se defender da  acusação de haver atingido com uma arma de fogo o agropecuarista Danclads de Mendonça Uchoa no dia 18 de janeiro no interior do Restaurante Mandala no centro de União dos Palmares, liberdade provisória até o julgamento final do processo que tramita na 3ª Vara de Justiça de União (“Vara do Crime”).

 

Cópia habeas-corpus foi entregue no cartório da Delegacia Regional a tarde pelo advogado de Rafael Pedrosa, o causídico Welton Roberto e pela genitora do acusado, a odontológa Rosário Pedrosa, que é a atual Secretária de Saúde do Município. Outras tentativas da soltura de Rafael já foram registradas, inclusive o próprio Tribunal havia iniciado uma sessão que decidiria o fato quando um dos julgadores togados daquela Corte pediu vista dos autos, adiando a decisão, somente tomada hoje pelo Vice Presidente da instituição.

 

O documento de soltura cujo teor foi imediatamente comunicado peloa polícia ao Juízo de Plantão e que será acostado aos autos processuais na manhã desta terça feira (23) não foi divulgado para a imprensa, porem, o Delegado Regional Cícero Lima encontrado por volta das 21,30h nas dependências da Delegacia, informou que provavelmente um dos motivos da concessão da liberdade a Rafael foi seu estado de saúde em função de um acidente quando uma motocicleta conduzida por ele Rafael colidiu com um animal na BR-104, acidente acontecido em 2005, mas que deixou seqüelas. "Isto é apenas uma suposição" frizou o Delegado.

 

Dr. Cícero fez questão de afirmar que sua participação no caso se resumiu ao inquérito policial que apurou o fato delituoso, e que foi encerrada no dia em que este mesmo inquérito foi entregue na Justiça. “Cumpri as formalidades institucionais das minhas funções policiais. A liberdade ou extensão do tempo de detenção do acusado é questão judicial, o que foge à minha alçada” concluiu o Dr. Cicero.

 

 

 

 

 



Enquete
Qual o candidato de sua preferência para a Prefeitura de União dos Palmares?
Total de votos: 3899
Google News