05/04/2020 09:43:21

Alagoas
07/02/2020 11:00:00

Campanha de Vacinação contra o Sarampo começa na próxima segunda


Campanha de Vacinação contra o Sarampo começa na próxima segunda

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, destinada a crianças e adolescentes de 5 a 19 anos, terá sua primeira etapa iniciada nos 102 municípios alagoanos na próxima segunda-feira (10). A imunização segue até o dia 13 de março e estará disponível em todos os postos municipais.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) em conjunto com os municípios espera interromper a transmissão do vírus da doença, bem como, reduzir internações e evitar óbitos. Há 20 anos Alagoas não notificava casos de sarampo, mas, devido ao surto que ocorreu no Brasil em 2019, foram confirmados 28 casos da doença.

Segundo a assessora técnica pelo Programa Nacional de Imunização em Alagoas (PNI/AL), Denise Castro, a vacina já foi distribuída para os municípios. “Os pais devem se dirigir aos serviços para iniciar a vacinação ou completar as doses do esquema básico, levando a caderneta ou cartão de vacinação. A vacina é a medida eficaz de proteção contra o sarampo, uma doença que pode deixar sequelas ou, nos casos mais graves, matar”, alertou.

Contraindicação – A assessora técnica do PNI em Alagoas esclareceu que a vacina contra o sarampo é contraindicada em dois casos. “Se a pessoa já sofreu choque anafilático ao tomar doses anteriores e se possui imunodeficiência congênita, não é recomendada uma nova dose”, informou.

Denise Castro lembrou, ainda, que cada Secretaria Municipal de Saúde define sua estratégia de vacinação. Em alguns municípios a vacina será disponibilizada em postos volantes como shoppings e supermercados, ou mesmo em escolas.

A doença – A responsável pelo PNI em Alagoas lembrou que o sarampo é causado por um vírus altamente contagioso, cujo índice de contaminação chega a 90% em pessoas sem imunidade, que compartilham espaços com infectados. “O sarampo é transmitido através do contato com a pessoa infectada, quando ela tosse e espirra”, destacou.

Ainda de acordo com Denise Castro, os sintomas se manifestam entre 10 e 14 dias após a exposição ao vírus e incluem coriza, tosse, infecção nos olhos, erupção cutânea e febre alta. Três a cinco dias após o início dos sintomas. “Geralmente começa como manchas vermelhas planas que aparecem no rosto, na linha do cabelo e se espalham para o pescoço, tronco, braços, pernas e pés”, informou. 

Já é Notícia



Enquete
Mesmo com a obrigação dos governos estaduais e municipal de isolamento da população você concorda em trabalhar?
Total de votos: 301
Google News