02/04/2020 01:23:20

Política
02/02/2020 11:00:00

“Pretendemos ocupar 20 municípios alagoanos nestas eleições”, diz Flávio Moreno sobre o PSL


“Pretendemos ocupar 20 municípios alagoanos nestas eleições”, diz Flávio Moreno sobre o PSL

Ele é presidente do diretório estadual e pré-candidato a prefeito de Maceió pelo partido PSL. Em entrevista ao CadaMinuto, Flávio Moreno destacou o crescimento do partido não somente em Alagoas, onde tem a pretensão de fazer candidatos próprios em 20 municípios, como também em todo país, depois da onda de filiação após as eleições de 2018. Confira a entrevista completa: 

01) O presidente Jair Bolsonaro anunciou a saída do PSL e anunciou a criação de outro partido. Como fica o PSL aqui em Alagoas? 

O PSL Alagoas ele vem numa crescente desta da época do Bolsonaro quando ele entrou no partido, estive na filiação dele em Brasília, e hoje nós temos 50 diretórios municipais montados. São mais de 500 pré-candidatos a prefeitos, vice e vereadores, são 24 cidades onde temos musculatura para candidaturas majoritárias. O PSL continua crescendo, continuamos recebemos novos filiados, pessoas com grandes nomes, inclusive, e temos conversado também com deputados estaduais sobre a migração para o PSL. Então o PSL é um partido decidindo e como vimos em 2018 nós tivemos a terceira melhor votação aqui no estado, que ficou com o melhor percentual aqui no Nordeste. O PSL segue com um projeto de médio e longo prazo que vai culminar na eleição de 80 a 100 vereadores, prefeitos e vices, e nós pretendemos ocupar 20 municípios aqui no estado para que 2022 nos tenhamos uma bancada de deputados federais, podendo decidir a eleição para governador e senador também. 

02) Você já falou algumas vezes que é pré-candidato a prefeito de Maceió. O cabo Bebeto também já disse que poderia ser pré-candidato. Como fica essa relação de vocês  já que ele era do PSL e você continua?

Nós temos uma relação muito boa. Cabo Bebeto foi eleito pelo PSL, em 2018 em uma chapa em que nós convidamos o PPL e o PEN para dá o coeficiente eleitoral, além dos votos do PSL que foram aproximadamente 49 mil e essa outra chapa trouxe o restante dos votos que deu em quase 90 e a gente elegia o segundo deputado estadual que era o Francisco Sales. Então, a gente tem uma relação muito boa e vem fazendo um trabalho na Assembleia Legislativa e o PSL tem um projeto de crescimento, dentro da linha do PSL temos um maior tempo de televisão e de rádio, uma maior estrutura diferente de 2018, quando foi para eleição ao Senado e com apenas R$ 60 mil  dividido para deputados estaduais, federais e toda equipe. Então estamos fazendo um trabalho para crescimento do partido, independente da aliança, inclusive nós torcemos para o recolhimento das assinaturas, mas vemos que existe uma dificuldade, existem partidos desde 2018, já entregaram toda documento no TSE, mas lograram êxito, o próprio presidente Bolsonaro vem confirmando que essas chances são apenas de 1%. Então nós temos um pragmatismos de que o PSL continua forte e caminhando para fazer a mudança que a população quer. 

03) Alguns nomes estão surgindo para a eleição municipal. Como você avalia esses nomes e como acha que vai ser a eleição?

Nós entendemos que esse processo eleitoral será um acirramento muito grande. Os pré-candidatos já estão sendo colocados, alguns com possibilidade de vencer e nós acreditamos que dos 10 concorrentes hoje, que estão colocados, apenas 5 ou 6 terão possibilidade reais de competir. O PSL tem um pré-candidato que é o Flávio Moreno, nós estamos trabalhando essa pré-candidatura e estamos conversando com outros partidos para uma possível composição e isso será definido mais lá na frente. Mas nós entendemos que hoje o PSL com maior tempo de televisão e estrutura é o fiel da balança nas eleições em Maceió, Arapiraca e outras cidades, até porque fomos locais obtiveram em 2018 a melhor votação e continuamos trabalhando junto com o governo federal fazendo obras e projetos para Maceió e municípios do interior. 

04) Qual a sua avaliação do governo Jair Bolsonaro? E o que acha da criação do novo partido?

O governo de Jair Bolsonaro ele vem acima até das expectativas, criação de empregos, onde Brasil saltou em mais 700 empregos formais, infelizmente uma redução de empregos em 2019 porque falta uma liderança que olhe para população e gere emprego, cooperativismos não funciona aqui, o turismo é somente na alta temporada e deveria ser o ano inteiro. Então nós temos a possibilidade, aqui em nossa cidade, de gerar emprego como vem sendo gerado em todo Brasil. A redução da violência em 22% no governo Bolsonaro, os homicídios vem caindo aqui em Alagoas e em todo o país e isso é fruto de uma grande articulação do governo federal em levar bandidos perigosos para as penitenciarias federais e o tráfico de drogas vem sendo combatido com mais eficaz. As apreensões de drogas batendo recorde em 2019, fora isso o governo promovendo junto com o turismo iniciamos muito importantes em relação ao aumento do turismo no Brasil. O governo Bolsonaro vem arrumando a população, cresceu em quase 50% o registro de arma de toda população e consequentemente vem reduzindo a violência, é um governo que vem mostrando que aquilo que foi prometido, como o 13º do Bolsa Família, como está sendo agora 1 bilhão sendo habilitado para construção de creches, inclusive aqui em Alagoas. É um governo que vem cumprindo o que prometeu durante a campanha e temos certeza que virão muitas melhorias. 

05) Você teme perder membros do PSL aqui em Alagoas para o Aliança pelo Brasil?

A entrada e saída de integrantes de partidos é natural e nós encaramos dessa forma, da mesma forma como, e apenas 5 desfiliação chegaram aqui no diretório estadual e a entrada de novos filiados vem crescendo a cada dia de políticos e não políticos, pessoas que querem a renovação. A acredito que vamos continuar nessa guinada do crescimento e da mudança. Nós não queremos mais que corruptos e bandidos continuem administrando os municípios, nós não queremos que a qualidade de vida, a segurança, a falta da disciplina nas escolas, da mobilidade urbana continue faltando nas vidas das pessoas.

Cada Minuto



Enquete
Mesmo com a obrigação dos governos estaduais e municipal de isolamento da população você concorda em trabalhar?
Total de votos: 290
Google News