31/03/2020 11:03:03

Política
26/01/2020 12:00:00

“Nova política” decola: deputados gastam 37,4% a mais com viagens

O valor desembolsado para cobrir missões oficiais paga passagens na classe executiva e diárias que podem chegar a quase R$ 2 mil


“Nova política” decola: deputados gastam 37,4% a mais com viagens

Em um ano de mandato, deputados federais gastaram pouco mais de R$ 6 milhões (R$ 6.027.004,57) com viagens oficiais em 2019. O número é 37,4% maior que as despesas dos parlamentares registradas na legislatura anterior, no mesmo período de atividade legislativa. Em 2015, de fevereiro a dezembro, foram desembolsados R$ 4.386.939,73 com os compromissos oficiais; em 2011, o valor havia sido R$ 1.714.862,78.

Além do deslocamento, os custos envolvem diárias. Nas viagens nacionais, o valor é de R$ 524. Já nos destinos internacionais, a remuneração por dia chega a R$ 1.792 (US$ 428) para países fora da América do Sul. Em destinos para países vizinhos, o reembolso chega a R$ 1.427,77 (US$ 391), se for levada em consideração a última cotação do dólar americano, de R$ 4,19.

Dados do portal de transparência da Câmara dos Deputados mostram o detalhamento das viagens, como o período em que o congressista ficou ausente do Congresso Nacional, o roteiro e o motivo do compromisso externo. Há parlamentares que deixaram de ir ao Parlamento por mais de um mês no total, como é o caso de Newton Cardoso Jr (MDB-MG), que se ausentou por 42 dias, em viagens a São Paulo, Gramado, Orlando, Lisboa e Londres.

Metrópoles



Enquete
Mesmo com a obrigação dos governos estaduais e municipal de isolamento da população você concorda em trabalhar?
Total de votos: 282
Google News