01/10/2020 03:54:22

Política
23/11/2019 18:00:00

Collor defende proteção social para PMs e Corpo de Bombeiros

Senador destacou que servidores têm se dedicado há anos em prol do Brasil e,da segurança da sociedade


Collor defende proteção social para PMs e Corpo de Bombeiros

Cerca de 10 mil militares [policiais e bombeiros] em Alagoas devem contar com o mesmo sistema de proteção social que atenderá aos integrantes das Forças Armadas. Nesta quinta-feira (21), ao discutir o texto do Projeto de Lei 1.645/2019, na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), o senador Fernando Collor declarou que, após o governo federal atender aos anseios apontados pelos militares, foi feita justiça àqueles que dedicam a vida à proteção dos alagoanos e dos brasileiros.  

"Por ter tido a experiência de governador de Estado, fico muito feliz de saber que os seus anseios [militares] foram plenamente atendidos. E, também, cumprimento o presidente Bolsonaro pela sensibilidade e oportunidade de fazer Justiça às Forças Armadas e à corporação policial militar, incluindo os bombeiros. Os nossos policiais e bombeiros cumprem também um papel muito importante para garantia da segurança e da ordem", expôs Collor. 

Após o projeto ser aprovado na Câmara e chegar ao Senado, o texto foi enviado para discussão na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), onde foi debatido nesta quinta-feira. Integrantes das Forças Armadas, do governo, e de policiais e bombeiros estiveram presentes no colegiado, onde reafirmaram apoio à proposta. 

Durante a sessão, Collor relembrou exemplos de militares das Forças com quem teve experiência, à época da Presidência da República e, diante do que observou, narrou que, em regra, eles [militares] são um grande exemplo de dedicação, disciplina e amor à Pátria. O senador reforçou que esta percepção de entrega à Nação se aplica em todos os postos - do oficialato até os praças. Todos, segundo ele, "com a mesma índole de servir à pátria e à nação brasileira". 

"Fica aqui, portanto, meu reconhecimento pelo grande trabalho que as Forças Armadas sempre desempenharam em defesa do Brasil. Os militares têm se sacrificado ao longo de todo esse tempo e, hoje, cabe ao Senado da República avaliar, debater e analisar o relatório, verificando a necessidade urgente que temos de aprovar esse projeto. É fundamental que as nossas Forças tenham a garantia da reestruturação para continuarem trabalhando no grau de excelência que vem atuando ao longo dos anos", frisou. 

Por fim, Collor declarou que acredita que o Senado Federal não vai faltar a esse chamamento de Estado, porque o projeto é importante não apenas para as Forças Armas, mas também "para o nosso Brasil".

Alagoas NT

 



Enquete
Você concorda com os 10 Vereadores que aprovaram a verba de 4,5 mil para combater a Covid19 em União dos Palmares?
Total de votos: 104
Google News