14/12/2019 23:14:58

Educação
06/11/2019 02:00:00

Gestores do programa Criança Alagoana participam de capacitação

Aplicação do Marco Legal foi o tema central do debate promovido pelo Poder Judiciário de Alagoas


Gestores do programa Criança Alagoana participam de capacitação
Texto de Iara Malta

O programa Criança Alagoana (Cria) esteve representado hoje (4), durante a Capacitação do Pacto Pela Primeira Infância, promovido pelo Poder Judiciário, na Escola de Magistratura (Esmal). O objetivo do curso foi de capacitar agentes do sistema de justiça e da rede de atenção a criança para efetividade do Marco Legal da Primeira Infância.

Entre as palestrantes estava Ivania Ghesti, assessora do Ministério da Cidadania, especialista no Marco da Primeira Infância. Ela abordou os caminhos para aplicação da lei, usando como eixo a utilização dos direitos positivo, como garantir o desenvolvimento cognitivo, o direito de a criança brincar e ser estimulada. “Essa é uma tendência dos países desenvolvidos, e o Brasil precisa atuar dessa forma porque temos um potencial humano de 20 milhões de crianças na primeira infância”, disse.

Capacitação de gestores do Cria (Foto: Felipe Brasil)

Ivania Ghesti destacou também que um dos grandes desafios é ver os Estados prontos, com os recursos necessários para atuação nos cuidados com a primeira infância. Sobre isso ela destacou que Alagoas, através do Cria, segue no caminho correto, com leis, metodologias e equipes preparadas para atuarem da rede de proteção de gestantes e crianças de 0 a 6 anos.

Participaram da capacitação os membros da equipe intersetorial do Cria, nas áreas de saúde, educação e assistência social. A assessora especial do Gabinete do Governador, Joyce Amorim, representou a primeira-dama, Renata Calheiros, coordenadora intersetorial do Cria.

Capacitação de gestores do Cria (Foto: Felipe Brasil)

“O Governo de Alagoas pactuou desde 2015 o compromisso em priorizar a primeira infância. A primeira-dama atua junto às secretarias de Estado para que os planos tenham orçamento e que se trabalhe em conjunto. O Cria quer fazer entender que as crianças são sujeitas de direitos e que é responsabilidade de toda sociedade atuar junto nessa causa”, disse Joyce Amorim.

O evento foi coordenado pela juíza Fátima Pirauá, da Vara da Infância a da Juventude e reuniu representantes do Poder Judiciário, representantes do Ministério Público Estadual, através do promotor Ubirajara Ramos, Tribunal de Contas, Claudia Pereira, Assembleia Legislativa, através da deputada Jó Pereira, presidente da OAB, Nivaldo Jatobá e Adriana Villela, representante da deputada federal Tereza Nelma.

Agência Alagoas



Enquete
Você concorda com a redução de horário das delegacias de Alagoas
Total de votos: 53
Google News